Pages

Subscribe Twitter

quarta-feira, 20 de março de 2013

Quiche de Cebola

Olá pessoal!

No post de hoje, irei compartilhar a DELICIOSA especialidade da sogra da minha maninha: Quiche de Cebola! Hummm... só de falar já me dá água na boca. Isso porque eu AMO quiche e AMO cebola. Os dois juntos então, nem se fala!

Mas vamos lá para a receita:

Ingredientes

Massa: 
  • 1 xícara e meia de trigo;
  • 100 gramas de margarina ou 5 colheres de sopa de margarina;
  • 1 pitada de sal.
Recheio:
  • 3 cebolas grandes;
  • 3 ovos batidos;
  • 1 copo de requeijão;
  • 3 colheres de queijo parmesão ralado;
  • 1/2 copo de iogurte;
  • cheiro verde;
  • sal à gosto.
Modo de preparo

Massa: Misture o trigo, o sal e a margarina, até obter uma massa bem homogênea. Porém, o pulo do gato é acrescentar um pouquinho de iogurte ou água com gás para deixar mais crocante. Deixe descansar.

Recheio: Fatie a cebola e refogue sem deixar dourar. Deixe ESFRIAR. Em um refratário, misture os demais ingredientes até virar um creme homogêneo e reserve.

Montagem: Finalmente, vamos à montagem! Em uma forma NÃO untada, estique a massa. Pode ser com a mão mesmo, não precisa de rolo. Se a cebola já estiver FRIA, espalhe a cebola. Em cima da cebola, espalhe o creme e finalize com o queijo parmesão. Asse por cerca de 30 minutos em fogo médio, ou até que fique levemente dourado. Agora, é só servir e aguentar os elogios! ;)

Gente... esta foi a receita original, já com as dúvidas sanadas pela própria dona dela.

Porém, agora vou contar pra vocês como foi a minha experiência no último final de semana, com apenas algumas anotações em mãos. Confesso que não entendi muito bem meus rabiscos :S Além disso, faltaram alguns ingredientes e tive que improvisar. Por isso, vou compartilhar com vocês meus erros e acertos para, quem sabe, poder ajudá-los a acertar de primeira ;) Vamos lá...
  1. Não tinha uma xícara e meia de trigo. Assim, usei cerca de uma xícara e 1/4. 
  2. Como não sabia quanto representava 100 gramas de margarina, coloquei 2 colheres de sopa super cheias de margarina e fui acrescentando a água com gás aos poucos até dar o ponto. A massa ficou numa consistência ÓTIMA!
  3. No entanto, quando fui esticar a massa na minha forma redonda (com cerca de 26 cm de diâmetro com fundo removível), aquele quarto a menos de trigo fez falta e eu não consegui completar toda a bordinha da vertical. Mas, não chegou a prejudicar o resultado.
  4. Como o Daniel tinha comprado um potezinho de alho poró já fatiado, decidi misturar aquele alho poró com uma cebola e meia, ao invés de usar as três cebolas.
  5. Na hora de fazer o creme, achei que três ovos seria muito e coloquei apenas dois. Quando fui colocar o iogurte, descobri que também não tinha e o substituí por creme de leite. O iogurte parece não ter feito tanta falta, mas o ovo a menos deixou o creme mais baixinho. Da próxima vez, vou colocar os três ovos.
  6. Pra quem se desespera ao ver a expressão "sal à gosto", seguem as minhas medidas: na massa, uma pitadinha e, no creme, uma pitadona... hehehehehe... não sei se ajudou, mas é assim que eu coloco sal nas coisas. O queijo parmesão eu fui salpicando até cobrir todo o quiche.
  7. Ficou tudo uma delícia. Porém, o meu grande ERRO foi não ter esperado a cebola esfriar e isso deixou a massa meio embatumadinha embaixo. Nada de muito grave para os nossos convidados, mas uma TRAGÉDIA para a aprendiz de cozinheira aqui. Enfim, estas foram as minhas considerações... Espero que tenham gostado e que o quiche dê certo logo na primeira tentativa!
  8. Ah! Outra coisa legal foi que eu fiz o quiche na sexta a tarde e servi no almoço de sábado. Deixei na geladeira e apenas aqueci no forno na hora do almoço. 
  9. Acompanharam o banquete, um arroz branco, salada mista e a DELICIOSA carne de panela da minha sogrinha ;)
Grande Abraço!

0 comentários:

Postar um comentário