Pages

Subscribe Twitter

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Creme de Milho


Gente...vou revelar mais um segredo pra vocês: sou apaixonada por creme de milho! É sério! O creme de milho está entre os meus pratos favoritos. Porém, confesso que não é todo o creme de milho que eu gosto.

Assim, logo que experimentei um creme de milho saboroso, ao meu gosto, tratei logo de copiar a receita para passar pra vcs! Foi executada pela minha querida sogrinha e aprovada por mim! Espero que gostem tb! =)

Ingredientes:
1 lata de milho escorrido;
2 xícaras de leite;
2 colheres de sopa de margarina ou manteiga;
1 tomate picado sem pele;
2 colheres de sopa de maisena;
1 tablete de caldo Knorr de frango ou sal a gosto.

Modo de fazer:
Reservar duas colheres de milho. O restante bater no liquidificador com metade do leite.
Derreta a margarina em fogo médio e refogue o tomate por dois minutos. Acrescente o caldo Knorr (ou sal), o milho reservado e o milho batido e refogue por mais três minutos.
Dissolva a maisena no restante do leite e junte ao refogado até engrossar.
Pra deixar mais colorido, a dica é polvilhar um pouco de salsinha picada para decorar ;)

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Água na medida certa!


Tempos atrás ouvi uma reportagem muito interessante na Rádio Novo Tempo sobre os perigos de se ingerir água demais.

Achei muito interessante, pois, em geral, as pessoas comentam mais sobre os perigos de se beber pouca água. Até porque este é um erro mais comum. Especialmente, no inverno e quando trabalhamos em uma função mais parada é difícil sentirmos sede. Por isso a necessidade de se ressaltar tanto a necessidade de se beber água.

Porém, o que pouco ouço comentar é que toda essa água precisa ser consumida de maneira fracionada. Porque, senão, só vai fazer é sobrecarregar os rins e eliminar grandes quantidades de sódio. Sódio esse que não pode ser ingerido em excesso, mas também não pode faltar. Já que muita água em pouco tempo pode levar a grandes diluições do plasma, com consequências perigosas ao cérebro, ocasionando a síndrome de Hiponatremia, transtorno caracterizado pelo desequilíbrio da concentração de sódio no organismo.

Enfim, assim como em quase tudo na vida, é recomendável manter um equilíbrio, para que não haja falta e muito menos excesso de água no corpo.

Outra coisa que eu nunca tinha parado para pensar... a quantidade diária de água necessária para um ser humano varia de acordo com o tamanho da pessoa. Tipo assim... um sujeito de cem quilos precisa tomar o dobro de água que é suficiente para uma pessoa de 50 quilos. Parece meio óbvio, mas em geral, só ouvia falar que um adulto precisa tomar dois litros de água por dia ou oito copos.

Porém, o que é importante frisar é que esta é uma média para pessoas que pesam cerca de 70 quilos. Visto que, segundo a nutricionista Weruska Barrios, do Hospital Samaritano de São Paulo, em condições normais – ou seja, em repouso, temperatura ambiente não elevada e trajes adequados – são necessários de 30 a 35 ml/kg diários de água.

Sendo assim, uma pessoa que pesa 70 quilos precisa de 2.000 a 2.500 ml de água por dia. No entanto, esta conta também inclui, além da forma pura da água, a quantidade do líquido em outros produtos, como leite, sucos, chás, frutas e alimentos.

 Logo, se você pesa 50 quilos, essa necessidade cai para 1.500 ml a 1.750. E se você pesa cem quilos, a necessidade aumenta para 3.000 a 3.500 ml.

Explicado tudo isto, agora calcule sua necessidade diária de água, multiplicando seu peso por, pelo menos, 30 ml e se comprometa a beber toda esta água de maneira fracionada, a fim de que seu corpo funcione da melhor maneira possível.

Aliás, acho bom ressaltar aqui quando falta água no nosso organismo, o corpo começa rapidamente a se desidratar até um ponto em que haverá redução do volume de água circulante, queda de pressão arterial, redução do bombeamento do sangue no cérebro e aumento na concentração de sódio.

Pra finalizar, deixo pra vocês uma dica simples para ajudá-los a beberem a água necessária para deixar tudo funcionando direitinho. No exemplo (da foto ao lado), a pessoa marcou horários na própria garrafa para facilitar a tarefa de beber água na medida certa.

Grande abraço e até a próxima!

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Ovos cozidos e "fofinhos"

Oi gente!

Enquanto pesquisava imagens de ovos para ilustrar a matéria sobre a salmonela, encontrei umas ideias muito legais para "decorar" ovos cozidos e resolvi compartilhar com vocês. Vejam só:
Lembrando que só vale usar a caixinha se ela estiver totalmente limpa, ou seja, nunca ter sido usada para guardar ovos crus (não se esqueçam dos perigos da salmonela).

Descobri ainda que existem forminhas japonesas para modelar ovos cozidos. Vejam que gracinha:
Pelo que li na internet, é possível comprar estas forminhas através do site Amazon, por cerca de  U$10,00 ou em lojas que vendam produtos de origem japonesa. Uma das dicas do blog Cozinha da Janita é procurar nas lojas do bairro Liberdade, em São Paulo.

Para finalizar, vamos incluir um pouco mais de romance nesse cardápio ;) Ovos cozidos com formato de coração... q amor!
Você vai precisar de:
- 01 ovo;
- 01 caixa de leite ou de qualquer embalagem de suco (corte aberto, lave e seque bem);
- 01 hashi - aqueles pauzinhos Japoneses para comer sushi (redondo é o ideal);
- 02 elásticos para dinheiro.

Veja o passo-a-passo abaixo:

Passo 1: Corte caixa de leite e dobre-o ao meio longitudinalmente.
Passo 2: Faça um ovo cozido.
Passo 3: Quando o ovo ainda estiver quente, descasque o ovo e coloque sobre a caixa de leite, coloque um palito no centro do ovo e depois prenda com os elásticos em ambas as extremidades.
Passo 4: Deixe-o por aproximadamente 10 minutos na geladeira.
Passo 5: Retire o pauzinho fora e corte o ovo ao meio.

E pronto, agora é só usar o ovo-coração para surpreender o seu grande amor! 

Por hoje é só... um grande abraço e até a próxima ;) 

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Cuidado com a salmonela


Para os amantes da maionese caseira ou qualquer outra receita que utilize ovos crus, o que vou escrever não será uma boa notícia.

Você sabia que a salmonela (aquela bactéria da dor de barriga) também pode estar dentro do ovo, já que ele pode ser contaminado durante o processo de formação, e não somente quando ele é posto? Pois é... assim, nem limpando bem os ovos antes do consumo cru dá jeito. Ou seja, é muito arriscado consumirmos ovos crus ou mal cozidos.

A má notícia – pelo menos para mim que amo maionese caseira - foi dada pelo UOL e achei legal compartilhar com vocês. Segundo a reportagem, seis em cada dez pessoas que consomem ovos crus ou mal cozidos já tiveram febre, diarreia, dor de estômago e náusea. Os dados são de uma pesquisa realizada pela nutricionista Daniele Leal, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da Universidade de São Paulo (Esalq-USP), em Piracicaba (SP).

A nutricionista explica que esses sintomas, aí incluídos calafrio, vômito, mal-estar e dor de cabeça, são causados pela salmonela, uma bactéria presente na casca do ovo e que desde 1999 é a principal causadora de surtos de contaminação alimentar no Brasil, conforme dados do Ministério da Saúde.

Para ajudar você a não se contaminar com a salmonela, segue uma lista de procedimentos indicados por especialistas:

Na hora da compra, verifique as condições dos ovos. Além de olhar a data de validade e pegar os que estão mais frescos, leve apenas ovos que estejam limpos e inteiros

"Ovos que estiverem com a casca rachada ou quebrada devem ser descartados, pois a salmonela pode migrar e atingir a clara e a gema, além de infectar os outros ovos da caixa", avisa a nutricionista Daniele Leal, da Esalq-USP

Em casa, limpe os ovos antes de guardá-los na geladeira. Mesmo que os ovos vindos do supermercado estejam branquinhos, o que é um sinal de que foram higienizados pelo produtor, é preciso tirá-los da caixa de papelão, que pode estar contaminada com a salmonela

"Na sequência, remova poeira, terra e resíduos de fezes da casca com pano ou papel seco, já que a casca úmida facilita a penetração da bactéria na gema e na clara. Depois, guarde o ovo na geladeira, dentro de um pote de plástico ou de vidro com tampa para evitar o contato com outros alimentos e diminuir o risco de infectá-los", ensina a nutricionista Daniele Leal. Em tempo: não use recipiente de madeira, pois eles são porosos e, por isso, fonte fácil de contaminação

Guarde os ovos dentro da geladeira, e não na porta. A orientação, do Centro de Vigilância Epidemiológica, órgão ligado ao governo, tem a ver com o risco de, com as batidas da porta, os ovos racharem ou quebrarem e a salmonela atingir a clara e a gema

Na hora do consumo, antes de quebrar o ovo, é preciso limpá-lo novamente. "O correto é lavar o ovo com água corrente, secar a casca, quebrá-la e, na sequência, lavar e secar as mãos para evitar que outros alimentos sejam contaminados pela salmonela", diz a nutricionista Daniele Leal

Não coma ovo cru nem mal passado. Segundo a nutricionista Yone Yamaguchi Itabashi, analista de processos de gerência de nutrição do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, fritar o ovo deixando a gema mole ou usá-lo em receitas que não vão ao fogo nem ao forno, como mousse, maionese e cobertura de bolo, é arriscado. "Tanto a gema quanto a clara devem estar bem cozidas", completa ela

Cozinhe bem o ovo. A nutricionista Daniele Leal afirma que o correto é cozinhar o ovo por sete minutos, que devem ser contados a partir do momento que a água começar a ferver

"Seja qual for o tipo, a cor do ovo ou a origem dele, é preciso lavá-lo com água corrente e secar a casca antes de quebrá-la", ensina a nutricionista Daniele Leal. Ela também alerta que o ovo orgânico não está livre da bactéria. "Não é porque a alimentação da galinha é livre de agrotóxicos que o ovo produzido por ela está livre de salmonela".

E por falar em ovos bem cozidos, clique aqui e veja algumas ideias super legais para "decorar" essas delícias!

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Bolo de Maçã

Essa é mais uma das delícias que eu preparo quando quero matar a saudade da casa da mamãe =)  Esse e o bolo de laranja são os únicos que eu sei fazer que não são de massa pronta... hehehehe

(A foto é ilustrativa, mas o resultado final é bem parecido ;)

É uma delícia! E ainda é possível fazê-lo numa versão mais natureba :)

Mas vamos começar pela receita tradicional...

Ingredientes:
3 ovos;
1/2 xícara de óleo;
1 colher de café de baunilha;
4 a 5 maçãs médias em pedaços com casca (do tipo fugi ou nacional - essas mais suculentas, docinhas e durinhas);
1/2 xícara de castanha do pará ou nozes picadas;
1 e 1/2 xícara de açúcar;
2 xícaras de trigo;
1 colher de café de canela;
1 pitada de sal; e
1 colher de sopa de fermento em pó.

Modo de fazer:
Misture os ovos, o óleo e a baunilha. Acrescente as maçãs e as castanhas picadas. Acrescente o açúcar e misture bem. Vá acrescentando o trigo aos poucos.

Pode parecer que não vai dar certo. Mas mantenha a calma, pois a maça vai soltando um pouco de água durante o preparo da massa e solta mais água ainda quando estiver assando.

Acrescente a canela, o sal e o fermento. Coloque a massa em uma forma untada e asse em forno pré-aquecido (180º - 200º) por cerca de 30 minutos.

Para deixar a receita mais natureba:
Substitua o açúcar refinado ou parte dele por açúcar mascavo.
Também é possível substituir parte da farinha de trigo por aveia. Porém, a o bolo tende a ficar mais quebradiço.

Outra receita:
Se você não é tão fã de maçã ou de castanha, é possível substituir a maçã e a castanha por uma xícara de abacaxi (picado e cozido), 2 xícaras de cenoura lada crua e 1 xícara de côco. Mas daí, já é outro bolo! Muito bom também!

Por hoje é só! Uma abraço e até a próxima!

Café da Manhã Romântico =)

Que tal impressionar seu amado ou sua amada no café da manhã, com este lindo detalhe?
Eu iria AMAR!
Se, de repente, sua coordenação motora não for uma maravilha... uma dica é usar aquelas forminhas de cortas bolacha de Natal. Assim... será certo que o coração vai sair bonito, sem estragar muito pão :) Hehehehe...

Para os românticos de plantão... outra dica são aquelas forminhas de fritar o ovo no formato de coração. Comprei uma dessas na Etna e foi bem baratinho... tipo, uns R$ 5,00. Não me lembro, ao certo...

Aliás, estou na contagem regressiva para a inauguração da Etna aki na Grande Florianópolis. Será um passeio e tanto pra mim! =) ADORO Passear na Etna! Nem q seja só para olhar... hehehehe

Apenas para comentar... lá tb tinha a forminha no formato de estrela. Uma fofura!

Fico por aki. Um abraço!

quarta-feira, 8 de agosto de 2012

A difícil arte de retirar as lentes de contato

Oi amigos!

Não sei quantos sabem, mas tenho uma miopia que me obriga a usar lentes corretivas. Começou com meio grau e agora já são três vezes mais.

Num primeiro momento, fiquei feliz da vida porque tinha o sonho de usar óculos. Mas, depois de algum tempo, começou a ser muito chato. Não consigo comer se estiver usando óculos... daí já causa um transtorno... óculos em cima da mesa me irrita... enfim...

Colocar grau no óculos de sol também é muito caro. Principalmente, porque nós mulheres gostamos de ter vários modelos... e daí, já viu... não tem como colocar grau em todos.

Finalmente, decidi tentar usar lentes de contato. Fiz o teste lá no médico e, à princípio, tudo certo! Até porque foi a auxiliar do médico que colocou e tirou. Uma moleza!!!!

Comprei duas caixinhas de lentes descartáveis (cada uma com seis lentes, que devem ser trocadas a cada dois meses) e fui para casa feliz da vida. Foi um pouco difícil colocar as lentes pela primeira vez... mas, tudo bem! Acho que é assim mesmo. Nas próximas será tudo mais fácil (e tem sido mesmo!).

No entanto, mal eu sabia da batalha que vinha pela frente: a difícil arte de retirar as lentes de contato. Gente... vocês não fazem ideia da dificuldade que enfrentei para tirar essas lentes. Gastei quase o frasco inteiro de colírio, quase furei o olho de tanto tentar tirar a lente, chorei, resmunguei, xinguei... fui na casa da minha sogra (que tem uma enorme facilidade em usar lente) pra ver se ela me ajudava... e nada! Finalmente, depois de umas duas horas nessa guerra, consegui tirar as tais lentes. E olha que essa minha experiência nem foi tão traumática. Tem um primo do meu marido que precisou ir ao hospital para ter as lentes retiradas. Pensa?!

Usei as lentes mais algumas vezes, mas o sofrimento para tirá-las continuava muito grande. Resultado: desisti delas e deixei todas vencerem sem nunca terem sido usadas.

Há algumas semanas, uns dois anos depois desta triste experiência, ganhei alguns óculos de sol novos e fiquei inconformada de não poder usá-los com a frequência que eu gostaria.  No trânsito, não tem como ficar sem grau por uma questão de segurança pública. Além disso, pra passear, já estava pagando alguns micos e ignorando algumas pessoas, por simplesmente não enxergá-las. Ou melhor, enxergá-las como se fossem apenas um vulto e não reconhecê-las. Resultado: voltei ao médico para conferir o meu grau e dizer que gostaria de voltar a usar lente.

Comprei as lentes, mas já estava ansiosa pra ver como seria o momento da retirada. O marido de uma prima já tinha me orientado a pingar duas gotinhas de colírio dez a 15 minutos antes de tentar tirar. Antes, eu pingava o colírio e já queria tirar as lentes, mas elas estavam grudadas de um jeito, que nem se mexiam. Porém, quando a gente tem paciência, percebe-se claramente que elas ficam bem soltinhas no globo ocular.

Talvez você já soubesse disso, mas agora quero ensinar o pulo do gato que, ninguém, até hoje, tinha me explicado e que tem sido um alívio na hora de tirar as bonitinhas. O negócio é tocar nas lentes e movê-las  com extrema delicadeza. Nada de força bruta. Eu pelo menos, colocava tanta força nesse momento, que chegava a irritar o globo ocular. A impressão que dava é que, quanto mais eu tentava tirar, pressionava mais a lente no globo ocular e sua retirada ficava mais difícil.

Assim... agora pingo o colírio, espero os dez minutinhos, abro bem o olho, seguro as pálpebras e, com muita delicadeza, arrasto cada lente para um canto (ela "amassa"  um pouco) e aí sim, consigo pinçá-la com os dedos na primeira tentativa. Ufa!!! Simples assim!

Fiquei tão feliz que resolvi compartilhar com vocês!

Gente... se tem alguém que, como eu, tem dificuldade para tirar as lentes de contato, faça esta tentativa. Tenho certeza que irá te ajudar. Porém, se ainda assim, você se sentir desconfortável e as lentes causarem mais sofrimento e irritação do que benefício, talvez seja o caso de você voltar para o óculos ou, quem sabe, dependendo da deficiência, apelar para a cirurgia corretiva.

Segue abaixo um vídeo legalzinho, que mostra como colocar e tirar as lentes. Acrescente apenas a minha dica grifada acima para ter mais sucesso. Além disso, é importante estar atento quanto à necessidade da limpeza e manutenção das lentes.
Por hoje é só... Grande abraço!

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Suporte para notebook com canos de pvc

Que tal fazer você mesmo (a) um suporte para notebook com canos de pvc? Eu achei uma baita ideia. E o melhor é que ainda pode personalizar o seu suporte, escolhendo sua cor preferida para finalizar o projeto.


Hoje em dia, tem muita gente que utiliza este tipo de suporte para o usar o note mais como monitor e para teclar utiliza um teclado externo. Gosta do estilo Desktop, mas não abre mão da facilidade do laptop. Por isso então #ficaadica


Abraço.