Pages

Subscribe Twitter

sábado, 31 de março de 2012

Salada de Bacalhau

Oi queridos!

Hoje, vou apresentar para vocês uma tradição da Família Ramos, que está diretamente ligada com mais uma das receitas M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-A-S da minha querida Vó Helita: Salada de Bacalhau.

Gente... tem o nome de salada porque é um prato frio. Mas, assim, na verdade, essa "salada" é o prato principal e precisa ser acompanhada somente de arrozinho branco e um suco de uva integral para fazer um charme ;)

Além de ser DELICIOSA, esta salada é uma ótima pedida para o Sábado, pois deve ser preparada com antecedência para "pegar" melhor o tempero e ainda é uma boa opção para esta época de Páscoa. Aliás, esta é a tradição da Família Ramos: Sábado de Páscoa SEMPRE tem Salada de Bacalhau. Que maravilha!

Nesse ano, terei o prazer de comer a salada original na casa da minha Vovó. Porém, nesse final de semana fiz uma média com a minha sogrinha, e nos deliciamos com a receita. Foi a primeira vez que me arrisquei a fazer o prato da Vovó e DEU CERTO!

Fiquei tão feliz, que resolvi compartilhar a foto e a receita com vocês!

Ingredientes:
- 1 kg de bacalhau (preferencialmente do Porto);
- 6 batatas médias;
- 2 cebolas médias;
- Suco de 6 limões;
- 350 ml de azeite de oliva extra virgem;
- 1 pacote de azeitonas verdes picadas (Peso Líquido: 310 g - Peso Drenado: 160 g); (e mais uma quantidade pequena daquelas "azeitononas" lindas só para enfeitar - pretas e verdes)
- Sal a gosto.

Modo de preparar:
* O primeiro passo é dessalgar o bacalhau. Comprei aquele resfriado que não é tão salgado quanto aqueles "secões". Mas ainda assim... comecei o processo de dessalgar na quinta-feira à noite, deixando o bacalhau de molho na água (dentro de uma bacia tampada na geladeira). Troquei a água antes de dormir na quinta, na sexta-feira cedo e depois na hora do almoço. Mantendo sempre a bacia dentro da geladeira, para o bacalhau ficar tenro e consistente. Além disso, por estar de molho na água gelada, ele não exala cheiro.
* Na sexta-feira a tarde, cozinhei as batatas e o bacalhau. As batatas precisam ser cozidas inteiras ou partidas ao meio de maneira longitudinal. Já o bacalhau é o seguinte: coloque a água para ferver e acrescente o bacalhau um pouco antes de levantar fervura. Não deixar ferver e cozinhar até o ponto em que a carne do peixe começa a se abrir, evidenciando os filés. Esperar esfriar e limpar, tirando a pele e os espinhos. Separar os filés.
* Cortar as cebolas em rodelas e dar um choque térmico para tirar o cheiro forte da cebola, mantendo a consistência. Para tanto, basta jogar água fervendo em cima das cebolas dentro de um escorredor e depois água gelada. Drenar as azeitonas, espremer os limões em um recipiente e reservar.
* Agora, com tudo pronto, vamos a montagem: em um marinex oval médio. Primeira camada: forrar o marinex com as batatas fatiadas longitudinalmente, salpicar um pouquinho de sal nas batatas. (Cuidado para não exagerar porque o bacalhau já é salgado.) Esparramar metade do bacalhau por cima das batatas. Escolha os pedacinhos de bacalhau mais "feinhos" porque eles ficarão mais escondidos. Esparramar metade das cebolas e das azeitonas picadas. Regar com metade do sucos limões e metade do azeite. Agora é só repetir mais uma camada de batatas com um salzinho de leve, seguida do bacalhau (aquelas postas mais bonitonas), as cebolas, as azeitonas, o limão, o azeite e, para enfeitar, algumas azeitonas inteiras daquelas bem bonitonas e grandonas (verdes e pretas).
* Tudo pronto. É só cobrir com o plástico filme e guardar na geladeira.
* Servi no almoço de Sábado, com arroz branco e suco de uva integral. BOM DEMAIS!

Rende para seis pessoas tranquilo. Estávamos em quatro e sobrou salada suficiente para mais duas pessoas com certeza. Errei apenas na quantidade de arroz. Fiz um pouquinho mais de uma xícara e todo mundo ficou com aquela cara de que queria mais arroz... ai q vergonha! hehehehehe =)

Grande abraço e até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário