Pages

Subscribe Twitter

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Como fugir das armadilhas dos supermercados


Oi queridas e queridos,

Fikei bem feliz em saber que as meninas testaram e aprovaram o teste de personalidade postado abaixo. Mas hoje, vou mudar o assunto.

"Como fugir das armadilhas dos supermercados" é um post dedicado também a mim que, geralmente, caio em algumas destas armadilhas.

Pra começar, vou compartilhar um infográfico produzido pela Associação de Consumidores ProTeste divulgada no Uol que mostra quais são as as técnicas mais frequentes usadas pelo marketing para fazer com que você demore mais lá dentro. Fazendo assim, você comprar mais do que havia imaginado. É só clicar aqui!

Agora, vou fazer um mix de algumas reportagens que li ou assisti no Uol sobre o assunto ;)

Faz tempo que ir ao supermercado deixou de ser a simples ação de comprar comida e produtos de limpeza. Ao pisar no local, o consumidor é bombardeado por cores, promoções, cheiros e produtos que vão desde um pacote de macarrão até um televisor LCD de última geração.

Diante de tantas opções e estímulos, como fazer para manter o foco e levar apenas o necessário, evitando assim os gastos desnecessários em um momento de pressão inflacionária?

1ª Dica: LISTA
A principal dica é ir ao supermercado com uma lista com todos os produtos que você precisa comprar.

“Se o consumidor já vai com uma lista, ele já vai pré-definido, sabendo o que é realmente necessário. A gente sabe que os supérfluos muitas vezes levados têm um custo mais elevado e acabam encarecendo o valor final da compra”, afirma Polyanna Carlos Silva, supervisora institucional da ProTeste Associação de Consumidores.

2ª Dica: ESTÔMAGO CHEIO
Essa dica é antiga (antiga? Velha mesmo), mas ainda assim, de vez em quando, a gente se esquece dela: evitar ir às compras com fome. Com o estômago vazio, o consumidor fica mais suscetível ao impulso de comprar alimentos necessários naquele momento para matar a fome, mas desnecessários em casa.

Então, se não der tempo de fazer um lanche antes de ir ao supermercado, tente raciocinar apesar da fome.

3ª Dica: CUIDADO COM AS PROMOÇÕES
Polyanna Silva também orienta o consumidor a ficar atento às ofertas, principalmente as famosas “pague dois, leve três”. Segundo ela, é sempre importante confirmar se o valor unitário do produto não é o mesmo na suposta promoção e na compra avulsa.

A supervisora da ProTeste também orienta as pessoas a não comprarem alguma coisa apenas porque está em oferta, mas, sim, por necessidade.

Outro aspecto importante sobre as ofertas, de acordo com ela, é ficar atento à data de vencimento dos produtos. Alguns estabelecimentos diminuem o preço de alimentos que estão perto de vencer. Neste caso, é importante o comprador ver se realmente vai consumir a mercadoria antes do prazo limite.

4ª Dica: CRIANÇAS OUT
Gente... essa me impressionou muito: Segundo o consultor financeiro Reinaldo Zakalski, levar criança no supermercado pode aumentar a conta em 30%. O motivo é fácil! Geralmente, criança no supermercado chora, esperneia, faz essa carinha de gato de botas do Sherek e o adulto acaba cedendo e levando o que a criança quer.

5ª Dica: PESQUISA
Comparar os preços em diferentes lugares ainda pode funcionar. No entanto, lembre-se de calcular o que vai gastar com a gasolina. Às vezes, a diferença de centavos pode não compensar a viagem. Por isso, fique atento ;)

6ª Dica: ARMADILHAS
Sobre as “armadilhas” dos supermercados que consistem em fazer com que o consumidor se sinta bem e, assim, fique mais tempo no local, Polyanna Silva aconselha as pessoas a irem focadas.

“A gente orienta o consumidor a ir com objetividade ao supermercado, que ele vá sabendo o que vai comprar e usufrua de todo esse conforto que hoje existe”, afirma.

1 comentários:

celsil1950 disse...

Oi, Ellen,
sou eu, Celina, embora, por um erro no sistema ou no meu blog, não consiga aparecer com a identidade do google.
Eu consigo resistir a esses truques dos supermercados, mas meu marido quando vai sozinho às compras consegue aumentar o consumo doméstico...
Legais as dicas.
Bom fim de semana.
Da
Celina

Postar um comentário