Pages

Subscribe Twitter

sábado, 18 de dezembro de 2010

Presentes de Natal

Há algumas semanas atrás, ouvi um comentário interessante no programa do polêmico Luiz Carlos Prates. Ele falava sobre uma reportagem, onde alguém dizia que iria poupar 30% do décimo terceiro salário e gastar o restante com presentes para a família e amigos.

Na opinião de Prates, a atitude correta seria que as pessoas poupassem, pelo menos, 70% do décimo terceiro salário e gastassem o mínimo com presentes (menos até do que 30%). Isso porque, geralmente, as pessoas são tão provocadas a comprar nessa época do ano, que acabam assumindo prestações para vários meses do ano vindouro, atrapalhando as finanças dos meses que estão por vir e formando aquela bola de neve que tem atropelado muita gente.

Sinceramente, senti que aquelas palavras foram direcionadas a mim. Afinal, AMO presentear e a minha família é ENORME. Porém, é verdade que, se formos presentear todos aqueles que amamos da maneira que achamos que eles merecem, vai faltar dinheiro para pagar as contas. Lembrando que, em Janeiro, já vem IPTU, IPVA e o meu carro ainda tem placa final 1. Sem contar aqueles que têm filhos e precisam investir na compra de livros, materiais escolares e uniformes.

Enfim, fui convencida a maneirar nos gastos com os presentes. Foi difícil, mas um exercício interessante. E tenho certeza de que os meus queridos se sentirão amados da mesma maneira.

Com exceção dos meus pais e meu maridão. Estipulei uma cota de R$ 10,00 para cada presente. No início, pensei que seria impossível comprar coisas legais. Mas, finalmente, percebi que o que mais importa não é o presente em si, mas sim o carinho que vai junto.

Seguem abaixo algumas dicas que se encaixaram na minha cota estabelecida e, quem sabe, pode ajudar alguém:

- Barra de chocolate de luxo da Nugali (R$ 8,90)
- Lata decorada com bombons Sonho de Valsa (R$ 10,90)
- Lata decorada com biscoitos natalinos (R$ 8,90)
- Suporte portátil para pendurar bolsas (R$ 9,90)
- Kit Sabonetes Especiais de diversas marcas (R$ 10,00)
- Porta retrato (R$ 10,00)
- Colônia Musk da Avon (R$ 7,99)
- Sabonete líquido ou creme hidratante (R$ 10,00)
- Lanterna chaveiro de personagens (R$ 9,90)
- Jogo de cartas Uno (R$ 9,90)
- Blusinhas regatas femininas - diversas cores (R$10,00)
- Cartões personalizados, chaveiros e pequenos bichinhos de pelúcia também se encaixam nesse valor.

Enfim, com um pouquinho de paciência, é possível encontrar muita coisa boa a preços mais acessíveis. Embora R$ 10,00 pareça ser muito pouco, dependendo do número de presentes que precisamos comprar, vai se tornar, no mínimo, um valor razoável. E como eu disse no início do texto, o que mais vale não é o presente em si, mas o valor agregado de amor e carinho que vai junto com a ação de doar.

Se sobrar algum dinheiro, uma boa pedida é ajudar alguém menos favorecido. Afinal, perto de nós, há muita gente que não tem o que comer ou vestir nesse Natal.

Neste ano, tive a oportunidade de ser "madrinha" de uma garota muito querida que mora em uma comunidade extremamente carente aqui da Grande Florianópolis. Foi uma experiência incrível que quero que vá além deste Natal. Abaixo, você pode assistir a uma reportagem feita pelo meu Daniel sobre esse projeto:


Finalmente, que você e eu não nos esqueçamos do verdadeiro motivo do Natal: o nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo! O Deus que se fez homem, morreu pelos nossos pecados e, hoje, nos oferece a oportunidade de vida eterna, basta aceitarmos a Sua Salvação.

Feliz Natal!

1 comentários:

Cassi disse...

Oi, Ellen! Estive um pouco sumida, mas é que a correria de final de ano letivo na escola foi grande. Mas, agora, espero aproveitar minhas férias e vim conferir suas novidades! Este ano eu tenho que economizar muito nos presentes, afinal, construindo e pagando aluguel não é fácil, mas sempre penso que o que vale mais que o presente é estar sempre presente na vida dos nossos queridos! Beijos e ótima semana!

Postar um comentário