Pages

Subscribe Twitter

sábado, 18 de dezembro de 2010

Presentes de Natal

Há algumas semanas atrás, ouvi um comentário interessante no programa do polêmico Luiz Carlos Prates. Ele falava sobre uma reportagem, onde alguém dizia que iria poupar 30% do décimo terceiro salário e gastar o restante com presentes para a família e amigos.

Na opinião de Prates, a atitude correta seria que as pessoas poupassem, pelo menos, 70% do décimo terceiro salário e gastassem o mínimo com presentes (menos até do que 30%). Isso porque, geralmente, as pessoas são tão provocadas a comprar nessa época do ano, que acabam assumindo prestações para vários meses do ano vindouro, atrapalhando as finanças dos meses que estão por vir e formando aquela bola de neve que tem atropelado muita gente.

Sinceramente, senti que aquelas palavras foram direcionadas a mim. Afinal, AMO presentear e a minha família é ENORME. Porém, é verdade que, se formos presentear todos aqueles que amamos da maneira que achamos que eles merecem, vai faltar dinheiro para pagar as contas. Lembrando que, em Janeiro, já vem IPTU, IPVA e o meu carro ainda tem placa final 1. Sem contar aqueles que têm filhos e precisam investir na compra de livros, materiais escolares e uniformes.

Enfim, fui convencida a maneirar nos gastos com os presentes. Foi difícil, mas um exercício interessante. E tenho certeza de que os meus queridos se sentirão amados da mesma maneira.

Com exceção dos meus pais e meu maridão. Estipulei uma cota de R$ 10,00 para cada presente. No início, pensei que seria impossível comprar coisas legais. Mas, finalmente, percebi que o que mais importa não é o presente em si, mas sim o carinho que vai junto.

Seguem abaixo algumas dicas que se encaixaram na minha cota estabelecida e, quem sabe, pode ajudar alguém:

- Barra de chocolate de luxo da Nugali (R$ 8,90)
- Lata decorada com bombons Sonho de Valsa (R$ 10,90)
- Lata decorada com biscoitos natalinos (R$ 8,90)
- Suporte portátil para pendurar bolsas (R$ 9,90)
- Kit Sabonetes Especiais de diversas marcas (R$ 10,00)
- Porta retrato (R$ 10,00)
- Colônia Musk da Avon (R$ 7,99)
- Sabonete líquido ou creme hidratante (R$ 10,00)
- Lanterna chaveiro de personagens (R$ 9,90)
- Jogo de cartas Uno (R$ 9,90)
- Blusinhas regatas femininas - diversas cores (R$10,00)
- Cartões personalizados, chaveiros e pequenos bichinhos de pelúcia também se encaixam nesse valor.

Enfim, com um pouquinho de paciência, é possível encontrar muita coisa boa a preços mais acessíveis. Embora R$ 10,00 pareça ser muito pouco, dependendo do número de presentes que precisamos comprar, vai se tornar, no mínimo, um valor razoável. E como eu disse no início do texto, o que mais vale não é o presente em si, mas o valor agregado de amor e carinho que vai junto com a ação de doar.

Se sobrar algum dinheiro, uma boa pedida é ajudar alguém menos favorecido. Afinal, perto de nós, há muita gente que não tem o que comer ou vestir nesse Natal.

Neste ano, tive a oportunidade de ser "madrinha" de uma garota muito querida que mora em uma comunidade extremamente carente aqui da Grande Florianópolis. Foi uma experiência incrível que quero que vá além deste Natal. Abaixo, você pode assistir a uma reportagem feita pelo meu Daniel sobre esse projeto:


Finalmente, que você e eu não nos esqueçamos do verdadeiro motivo do Natal: o nascimento de nosso Senhor Jesus Cristo! O Deus que se fez homem, morreu pelos nossos pecados e, hoje, nos oferece a oportunidade de vida eterna, basta aceitarmos a Sua Salvação.

Feliz Natal!

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Por que Jesus é Melhor que o Papai Noel

É claro que não existe realmente comparação, mas achei interessante provocar a reflexão. Embora o verdadeiro motivo do Natal seja comemorar o nascimento de Jesus Cristo, muitos acabam se esquecendo do personagem principal da festa, que não é Papai Noel...

Papai Noel vive no Polo Norte...
Jesus Cristo está em toda parte.

Papai Noel se locomove dirigindo um trenó...
Jesus Cristo comanda os ventos e caminha sobre as águas.

Papai Noel só aparece uma vez por ano...
Jesus Cristo está sempre presente para ajudar.

Papai Noel enche de balas as meias dos meninos...
Jesus Cristo supre todas as necessidades.

Papai Noel desce pela chaminé sem ser convidado...
Jesus Cristo está a porta do nosso coração e bate, até que O convidemos a entrar.

Você precisa esperar na fila para falar com o Papai Noel...
Jesus Cristo aguarda apenas a menção do Seu nome para se aproximar de nós.

Papai Noel não sabe o nosso nome e tudo que sabe é dizer: "Oi, menininho bonitinho! Como é seu nome?"...
Jesus Cristo conhece nosso nome antes que nasçamos. Mais que isso: sabe nosso nome, nosso endereço, nosso passado, nosso futuro, sabe até quantos fios de cabelo temos!

Papai Noel tem uma barrigona que parece uma bola cheia de gelatina...
Jesus Cristo tem um coração cheio de amor.

Tudo que Papai Noel tem a dizer é "rô-rô-rôu"...
Jesus Cristo nos oferece descanso, perdão, poder, saúde, esperança e paz.

Papai Noel diz "não chore se não você não ganha presente"...
Jesus Cristo diz "entregue-me todos os seus problemas e deixe que cuido deles pra você".

Papai Noel precisa de duendes para ajudá-lo a fabricar brinquedos...
Jesus Cristo constrói novas vidas, restaura corações quebrantados, reconstitui lares e prepara lindas mansões para todos nós.

Papai Noel pode fazer você sorrir...
Jesus Cristo lhe dá felicidade perene.

Enquanto Papai Noel coloca os presentes debaixo da árvore...
Jesus Cristo se faz nosso presente e morre numa cruz de madeira.

É óbvio que não existe realmente comparação.
Por isso, no Natal, não podemos esquecer do personagem principal, que não é Papai Noel...
O Natal é uma festa para lembrar o nascimento de Jesus Cristo.
É a chegada dEle que nos deve alegrar!

Sim, o Natal é também uma festa para lembrar o segundo advento de Jesus Cristo.
Papai Noel vem de trenó puxado por suas renas...
Jesus Cristo vem sobre as nuvens, com seus milhares de anjos e todo olho O verá.

(Autor desconhecido. Adaptado por Robson Ramos)

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Gaither no Brasil - É verdade!

Oi gente!

Estou numa correria tremenda... tentando deixar tudo em dia para poder viajar tranquila para minha terrinha... mas, não podia deixar de compartilhar com você uma alegria imensa que é ter a confirmação da Turnê do Gaither Vocal Band no Brasil e o mais emocionante pra mim: minha cidade natal fazendo a estreia =)

Já faz tempo que estou ouvindo falar da turnê inédita na América do Sul, mas pela primeira vez encontro informações completas sobre locais, datas, contatos para informações, compras de ingressos e até valores.

Depois do ACapella, o GVB é a minha maior referência da música cristã internacional. Vai ser a realização (quase completa) de um sonho assistí-los em meu país. Só não vai ser completa porque o Guy Penrod saiu do grupo para investir na carreira solo :( Porém, apesar desta ausência, estarão presentes: Bill Gaither, Mark Lowry, Michael English, Wes Hampton e David Phelps.

No site Gaither no Brasil, eles ficaram de colocar mais informações sobre o evento. Mas, por enquanto, as informações que interessam são estas abaixo:

Campo Grande / MS
Quarta-feira, 30 de março, às 19h - Local: Ondara Palace
Endereço: R. Rio Turvo, S/N, Pq. dos Poderes - Ingressos: R$ a confirmar
Público: 2.500 pessoas
Contato: flaviocesar70070@hotmail.com, campogrande@gaithernobrasil.com.br
(67) 9289-1721

Cachoeira / BA
Quinta-feira, 31 de março, às 20h
Campo de futebol do IAENE (Faculdades Adventistas da Bahia), Br 101 Km 197 Cachoeira
Ingressos: R$ 40,00, R$80,00 e R$120,00
Público: 5 mil pessoas
Contato: danielcruzes@hotmail.com, iaene@gaithernobrasil.com.br
(75) 3425-8000

São Paulo / SP
Sábado, 2 de abril, às 19h30
Auditório Brás, Rua Celso Garcia, 560, Brás
Ingressos: R$ 70,00 / 90,00 / 120,00 / 140,00
Público: 3.500 mil pessoas
Contato: sinval.aragao@hotmail.com, saopaulo@gaithernobrasil.com.br
(11) 9993-2729

Maringá / PR
Domingo, 3 de abril, às 19h
Campo de futebol do IAP (Instituto Adventista do Paraná), Gleba Paiçandu, Lote 80, Zona Rural
Ingressos: R$ 40,00 e R$120,00
Público: 5 mil pessoas
Contato: alex.landim@iap.org.br, iap@gaithernobrasil.com.br
(44) 3236-8000

Pra quem não está entendendo do que eu estou falando, seguem algumas informações sobre o grupo:
O Gaither Vocal Band (GVB) é um ministério musical norte americano que já ganhou prêmios conceituados em todo o mundo. Entre eles, dois Grammys e 13 troféus da Gospel Music Association. Dirigido por Bill Gaither, considerado o pai de grandes nomes da música gospel, como Steve Green, Amy Grant e Sandy Patty, o GVB lançou clássicos que foram regravados por artistas consagrados como Elvis Presley. São ainda de autoria de Bill Gaither alguns dos mais conhecidos hinos dos principais hinários cristãos: Because He Lives (Porque Ele vive), The King Is Coming (O Rei vem vindo), He Touched Me (Tocou-me).

Desde a década de 1950, o GVB – então, The Bill Gaither Trio – tem revolucionado o cenário da música cristã mundial. Ao mesclar clássicos do Southern Gospel, Country e Inspirational, o grupo criou um estilo único, com admiradores em todas as denominações. Em 2004, a revista Rolling Stone nomeou Bill Gaither como um dos 50 músicos mais influentes do mundo. Nesse ano a turnê Homecoming Friends do GVB, que já passou por mais de 100 países, vendeu mais bilhetes do que os shows de Elton John.

Em 2011 o GVB vem pela primeira vez ao Brasil. Os concertos serão realizados em Mato Grosso do Sul, Bahia, São Paulo e Paraná. A turnê Brasil 2011 do GVB contará com a presença da formação atual: Bill Gaither, Mark Lowry, Michael English, Wes Hampton e David Phelps. O repertório das apresentações vai contar com clássicos dos 30 anos de carreira do grupo.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Fidelidade é igual a churrasco de chuchu - Artigo Original

Leia o meu comentário sobre o texto abaixo clicando aqui.

Fidelidade é igual churrasco de chuchu

A monogamia contraria a natureza humana, biologicamente falando, e não tem a mesma graça que a diversidade no plano horizontal é capaz de oferecer

Joyce Moysés *

Entre os milhares de textos que eu já escrevi, editei, aprovei, um me surpreendeu. Era sobre uma daquelas pesquisas de comportamento que só os americanos esmiúçam bem. Segundo os resultados, um dos quatro tipos de mulher que mais atraem os homens é a… bem casada. E hoje sou uma delas. Não, não tenho a intenção aqui de despertar nos leitores de ALFA novas paixões, casos extracurriculares, rolinhos platônicos. Nem testar meu poder de sedução para fazer ciúme no meu maridão. Se bem que as revistas femininas, mês sim, mês também, orientam as leitoras a nunca dar total segurança, deixando o parceiro um tantinho desconfiado de que a mulher amada poderá um dia chutar a porta e partir sem pré-aviso, como certas heroínas da literatura e do cinema. Jogo da conquista eterno, meu caro.

Como eu disse, estou bem casada. Bem na fita. Bem consciente de que escolhi esse homem; e é com ele que eu quero estar, brindar, batalhar, ganhar dinheiro, viajar, construir castelos, fazer amor e sexo pra valer. Não é com o personal trainer, com o vizinho que cozinha tão bem a ponto de espalhar aroma de alecrim no corredor ou com o irmão mais novo da amiga cheio de testosterona para trocar.

Para mim, é inesquecível a definição que minha fonte de reportagens preferida sobre relacionamentos, o médico psiquiatra Paulo Gaudencio, dá para a fidelidade: “É como churrasco de chuchu”. Ele tem razão: a monogamia contraria a natureza humana, biologicamente falando, e não tem a mesma graça que a diversidade no plano horizontal é capaz de oferecer. Homens e mulheres que não sentem desejo erótico pela novidade já morreram e não sabem ainda. É ela que move o tesão.

Porém… a gente é fiel quando há (ótimas) compensações. Intimidade, cumplicidade, afeto trazem uma sensação de completude que não vale a pena dispensar — ao menos na opinião de uma bem casada, que prefere investir para dentro da relação a “lavar roupa para fora”, o que desperta nos homens o lado carente sob os pensamentos de “que sorte tem o homem dela, queria ser eu”.

A propósito, se você quer que a sua amada faça parte do grupo das mulheres bem casadas, e assim matar a torcida do seu time do coração e os engravatados com quem trabalha de invejinha e dor de cotovelo, saiba que uma das colas afetivas mais poderosas se chama ad-mi-ra-ção. Pondo a sugestão em águas cristalinas: seja um homem que alimenta admiração em sua mulher. Diariamente, sem folga nem nos feriados. Eu admiro o meu principalmente pela inteligência, por me escutar (e também me alertar quando banco a ingênua no dia a dia…), por trabalhar feito doido naquilo que adora e ainda assim cavar um(uns) tempinho(s) para nós. Sua mulher pode admirá-lo porque faz omeletes supercriativos, porque realiza bem cinco posições do Kama Sutra pelo menos (não tem desculpa, existem 529!), porque é um profissional prestigiado, porque é cheiroso e viajado, porque segura a onda dos filhos sem pôr toda a responsabilidade no colo dela…

Escolha seu cardápio de motivos para despertar admiração e ela vai saborear um benfeito churrasco de chuchu lambendo os finos dedos. Repetir, agradecida. Ficar viciada em você. O bom é que faz bem ao coração e não engorda.

(*) Joyce Moysés é redatora-chefe da revista NOVA: jmoyses@abril.com.br

Revista Alfa - Edição nº 4 - Dezembro de 2010

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Maçãs geneticamente modificadas

Maçã marrom logo depois de cortada vai virar coisa do passado. Pelo menos é o que garantem alguns cientistas do Canadá, que resolveram prolongar a beleza da fruta .

Os caras desenvolveram, em laboratório, maçãs que possuem genes inibidores da produção das enzimas que causam o escurecimento da fruta. Assim, não vai mais existir aquele processo de reação com o oxigênio que, ao produzir o tom escuro, dá a impressão que a fruta já não serve para o consumo.

Embora seja apenas uma questão estética, especialistas da Okanagan Specialty Fruits, uma empresa de biotecnologia do Canadá, investiram muito fosfato e recursos, para chegar ao resultado que recebeu o nome de “Arctic”.

“ Elas parecem maçãs, crescem como maçãs, podem ser vendidas como maçãs mas, quando você cortar, ela não ficará escura”, explica o presidente da companhia, Neal Carter.

Segundo o dirigente, as frutas geneticamente modificadas beneficiarão produtores e consumidores, impulsionando as vendas de maçãs.

A empresa já pediu às autoridades dos Estados Unidos o aval para colocar nas prateleiras dos supermercados do país a nova maçã, que pode ser calmamente degustada. Se alguém tiver a oportunidade de experimentar, conta pra gente como é o sabor ;)

Abraço!

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Arqueologia Bíblica no Programa do Jô

Na última segunda-feira, 29/11, o Doutor Rodrigo Silva (expert em Arqueologia Bíblica) foi entrevistado pelo jornalista Jô Soares, falando sobre Arqueologia nos tempos bíblicos.

A conversa foi tão interessante que rendeu dois blocos no Programa do Jô, com duração de 35 minutos.

O Dr. Rodrigo explicou sobre as peças do museu de arqueologia do Unasp-EC e compartilhou diversas curiosidades.

Um ponto bem interessante da entrevista foi quando ele falou sobre ressurreição de Jesus como um fato histórico, citando o relato dos apóstolos e do historiador judeu Flávio Josefo (começa no final da parte 2 da entrevista e vai até a terceira).

Vale a pena conferir!

Entrevista - Parte 1:
Entrevista - Parte 2:
Entrevista - Parte 3:

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Casamento feliz diminui dores da artrite

Não basta simplesmente estar casado. Segundo matéria publicada no site da Veja, somente os relacionamentos felizes têm o poder de diminuir as dores provocadas pela artrite. Aliás, mais do que as dores da artrite, a ciência já havia constatado que uma união bem-sucedida pode reduzir os níveis de ansiedade, evitar a depressão e aumentar a sobrevida de pacientes com câncer.

A novidade é que, de acordo com pesquisadores da Johns Hopkins University, no Estados Unidos, o casamento emocionalmente equilibrado é também responsável por diminuir as dores causadas pela artrite reumatoide, uma inflamação nas articulações.

Segundo a pesquisa, publicada no periódico Journal of Pain, os pacientes que recebem apoio de seus parceiros apresentam mais mobilidade do que os solteiros ou as pessoas que vivem um relacionado instável. A equipe médica acredita que isso aconteça porque a estabilidade emocional pode ter influência direta sobre as sensações físicas de dor. "Nesses casos, o estado da saúde depende diretamente da qualidade do casamento. Contudo, não importa somente ser casado, se essa relação não for feliz", diz Jennifer Barsky Reese, médica líder do estudo.

Durante a pesquisa, foram avaliados 255 indivíduos com a doença, dos quais 144 afirmaram viver um casamento feliz – outros 44 estavam em relacionamentos problemáticos. As dores se mostraram mais amenas nos pacientes casados e felizes, mas os médicos não conseguiram determinar exatamente o quanto e por que essa situação pode ser benéfica. Eles ainda descobriram que aqueles pacientes que sentiam dores severas tinham mais tendência a terem problemas conjugais.

Diagnóstico - A artrite reumatoide é uma doença autoimune que ocorre quando o sistema imunológico danifica as articulações, causando rigidez, dor e inchaço. As regiões mais atingidas são o punho, os dedos, os dedos do pé, o tornozelo e o joelho. Em casos severos, o paciente pode perder a mobilidade do membro.

Adesivos para unha

Não faz muito o meu estilo, mas achei interessante mostrar pra vocês mais esta novidade: adesivos para unhas.

Segundo matéria publicada no Blog Bolsa de Mulher, as chamadas Nail Fraud Nail Papers (Unhas Postiças de Papel), vendidas pela Urban Outfiters são uma nova maneira de cuidar das unhas, direcionadas especialmente àquelas pessoas que não têm tempo de ir até uma manicure.

Assim como as Minx Nails, elas são coladas mas, ao contrário da paixão de Beyoncé e outras famosas para garras poderosas, não precisa de um profissional credenciado para aplicá-las.

As unhas divertidas, que têm opções de flores, onça, píton, pavão e dólares, vêm em um estojo com conjunto de 20 adesivos e lixa. As Nail Fraud (Unhas Postiças) são à prova d'água. É só escolher as com tamanho semelhante ao das suas unhas, cortar o excesso e sair por aí!

Os kits são vendidos no site da loja, por 12 dólares, e são entregues no Brasil. Já na página da marca, há mais opções de desenhos:
* Urban Outfiters
* Nail Fraud

E por falar em unhas... se lembram daquela matéria publicada em setembro sobre ficar com as unhas feitas por 15 dias?

Então... um comentário anônimo, no último domingo (21/11), vindo de Portugal conta que, por lá, o verniz em gel já é muito usado.

Segundo a pessoa que não se identificou, ela já está usando há três semanas o verniz em gel vermelho e ainda não lascou. E mais: ela afirma que ele sobrevive à lavação de louças =D

Outra boa notícia do comentário é que em Portugal, a cabine UV - que aqui custa R$ 366,00 - lá, custa apenas 39€ (R$ 54) e pode ser encomendada no site Angel Touch.

Como o comentário foi anônimo, não posso dar nenhuma referência sobre sua autoria, nem mesmo sobre a loja virtual. Porém, nossas leitoras da Europa talvez tenham mais informações e, se acharem prudente aproveitar os preços baixos, podem contar pra gente depois ;)

Grande abraço!

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Cuidado com os temperos prontos

Olá!

Depois de publicar aquela matéria sobre o estudo da Anvisa que avaliou a quantidade de sódio, gordura saturada, gordura trans e açucares de cerca de 20 categorias de alimentos industrializados, resolvi fazer uma avaliação entre os produtos existentes na despensa aqui de casa.

Resultado: fiquei impressionada com a quantidade de sódio presente nos temperos prontos!

Pra começar, é preciso lembrar que a nossa necessidade diária desta substância é de 2.400 miligramas (equivalente a 2,4g ou 1/2 colher de chá). Ou seja, nosso organismo precisa de sódio e ele possui suas funções benéficas. Porém, nessa quantidade citada. O que passar disso vai nos prejudicar, podendo aumentar o risco de hipertensão, acidente vascular cerebral, catarata, pedra nos rins (cálculo renal), câncer de estômago. Além de poder liberar hormônios que causam a retenção de líquido e inchaço, o que esteticamente é um desastre.

Outro detalhe importante: sódio e sal não são sinônimos, por isso outros componentes podem ter muito sódio e serem prejudiciais à saúde (6 g de sal equivalem a 2,4 g de sódio, além de magnésio, selênio, potássio, cálcio, zinco e iodo). Alguns produtos dietéticos, por exemplo, contém o ciclamato de sódio (um adoçante) que acabam por também comprometer os níveis de sódio ingeridos. Além disso, o sódio é muito usado como conservante nos alimentos, sendo assim, todos os produtos industrializados contêm sódio.

Números - Vamos agora às minhas descobertas:
Ah! Antes de tudo, quero que saibam que não é nada pessoal contra as marcas. Aliás, pelo contrário, por serem minhas marcas preferidas, eram estes os produtos que existiam aqui em casa ;)

Vamos começar pela minha maior decepção: minha marca preferida de temperos prontos - Knorr. Além de possuir as maiores quantidades de sódio, ainda tenta "ludibriar" o consumidor, apresentando as informações relativas a 1/2 cubo (sendo que a maioria das pessoas usa, pelo menos, um cubo). Já no formato sachê, eles apresentam as informações referentes a uma porção de 5g (sendo que o sachê possui 8g).
* 1 cubo de Knorr - Caldo Picanha possui 2.232 miligramas de sódio, ou seja, 94% VD;
* 1 cubo de Knorr - Caldo de Legumes possui 2.036mg de sódio, ou seja, 84% VD;
* 1 cubo de Knorr - Caldo para Arroz possui 1.932 miligramas de sódio, ou seja, 80% VD;
* 1 sachê de Knorr - Meu Feijão possui 1.496 miligramas de sódio, ou seja, 46,4% VD.

Maggi e Sazôn têm menos quantidade de sódio e são mais honestos. Eles apresentam as informações referentes à unidade ou ao sachê completo. Então a gente não precisa ficar fazendo contas:
* 1 unidade de Maggi - Meu Segredo possui 1.833 miligramas de sódio, ou seja, 76% VD;
* 1 sachê de Sazôn para Aves, Peixes e Arroz possui 825 miliogramas de sódio, ou seja 34% VD.

OBS.: VD = Valores Diários com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8.400 kJ.

É isso gente... eu sei que, a princípio, parece impossível ingerir apenas 2,4g de sódio por dia. Mas, se não podemos atingir este nível, podemos, pelo menos, tentar diminuir a quantidade que estamos ingerindo atualmente - diminuindo a ingestão de produtos industrializados e investindo nos naturais. No caso dos temperos, é só calçar as luvas e "abusar" do sabor do alho e da cebola (sem esquecer de "regular" o sal ;). Que tal? Topa o desafio?

Grande abraço! =)

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Casinha de cachorro à prova de som

Oi gente!

A maioria dos cachorros que eu conheço morrem de medo de fogos de artifício. Até mesmo o Patrik (pet da minha sogrinha) que é todo metido a valentão sofre quando ouve aquela barulheira. Por lá, quando tem jogo de futebol importante ou é época das festas de final de ano, minha sogrinha facilita a vida da bicharada dando um calmante canino que pode ser comprado em qualquer clínica veterinária de confiança.

Esta é uma ótima saída! Porém, a inventora britânica Natalie Ellis, da empresa Prestige Pets, teve uma outra ideia: criou uma casinha de cachorro à prova de som. É isso mesmo! As paredes são à prova de som e a porta é feita com três camadas de policarbonato, o que barra o som também. (Confira vídeo no final da postagem)

Para solucionar a questão da falta de ventilação, Ellis criou um sensor que ativa o sistema de ventilação assim que o cachorro entra na casinha. Um luxo só! O único problema é o preço: 500 libras ou mais de R$ 1300.

Se você é como eu e não tem condições de gastar um dinheirão desse com o seu cãozinho, aí vão mais algumas dicas que eu tirei do Canina Blog.

A PRIMEIRA lição é: nunca punir seu cão, mesmo se ele fizer aquele xixi no tapete. Tão pouco tente confortar ou proteger demais o bicho, como dar colo, por exemplo. Isto porque as duas atitudes acabam estimulando o seu cachorro a manter esse tipo de comportamento e fobia.

O TRATAMENTO - O comportamento mais correto é tentar desviar a atenção do seu cachorro com aquelas brincadeiras que ele mais curte. Além disso, tente providenciar algum local em que ele se sinta seguro, como um armário ou debaixo da sua cama. Se ele ainda assim mostrar medo e falta de vontade de brincar, talvez seja necessário um tratamento mais intenso.

GRAVE o som de fogos de artifício ou trovão e coloque para tocar em um volume baixo. Enquanto isso, confira a reação do seu bicho e tente distrai-lo com brincadeiras. Aos poucos e de tempos em tempos, vá aumentando o volume. Se ele voltar a mostrar medo, tente mais tarde. Dependendo do trauma do seu bicho, o processo pode ser longo e requerer uma dose extra de paciência. Mas, no final, o cão irá conviver bem melhor com o barulho dos fogos de artifício – e você com seu vizinho fã de futebol e festeiro.

Confira abaixo a reportagem da BBC Brasil:

domingo, 21 de novembro de 2010

Luz da televisão pode provocar depressão

Sempre ouvi falar que o primeiro ano do casamento poderia ser difícil por causa da adptação do casal. Meu amado e eu já estamos caminhando rumo ao terceiro ano e vai indo tudo bem, graças a Deus!
Dentre as poucas adaptações que tivemos que fazer, uma envolve o tema da matéria: televisão no quarto.

Eu sempre gostei de escuridão e silêncio absoluto na hora de dormir - o que exclui totalmente a existência de uma televisão no quarto, além disso, penso que a televisão rouba muito tempo do convívio familiar, mas este já é assunto para uma outra matéria.

Do outro lado, meu marido lindo era acostumado a dormir com a televisão ligada, não se incomodava com nenhum barulho e não gosta do escuro total.

Ou seja, com duas cabecinhas tão diferentes neste aspecto, tivemos que entrar num acordo: me livrei da televisão no quarto, porém, tive que aceitar a luz do banheiro ligada para não ficar aquela escuridão que tanto amo na hora de dormir.

A vida é assim... nem sempre as coisas são como a gente quer... mas agora, com esta descoberta ciêntífica, tenho um ótimo argumento em meu favor =): testes feitos com hamsters mostraram que luz pela noite, por mais fraca que seja, produz alterações no hipocampo, uma das principais estruturas do cérebro, que desempenha um papel fundamental nos transtornos depressivos.

O estudo, apresentado na última quarta-feira (17/11) em San Diego (EUA) na reunião anual da Sociedade para a Neurociência afirmou que "uma luz branda (como a de uma televisão) pela noite é suficiente para provocar um comportamento depressivo nos hamsters, que pode ser explicado pelas mudanças observadas em seu cérebro após oito semanas".

Antes de eu comemorar muito e apresentar esse argumento ao meu amado, preciso confessar que a estudante de doutorado Tracy Bedrosian, coautora do estudo, explicou que não é possível "garantir" que ocorra o mesmo efeito em um ser humano, porém, de acordo com ela, o impacto da luz não varia em função do tamanho do bicho.

Segundo Tracy, uma exposição crônica à luz pela noite é um fator relativamente novo na história da humanidade e não é natural. "Por isso reduzir a iluminação artificial enquanto dorme é conveniente", diz ela. (Ufa!)

Mais informações - O estudo foi realizado com hamsters siberianas sem ovários, para que os hormônios não interferissem nos resultados. Metade delas foi introduzida em um habitáculo onde foram expostas a um ciclo de 16 horas de luz e oito horas de escuridão total, e a outra metade a 16 horas de luz diurna e oito horas de iluminação tênue.

Após oito semanas nessas condições, as hamsters que dormiram com luz durante a noite mostravam mais sintomas de depressão que as demais. O teste é o mesmo usado pela industria farmacêutica para experimentar remédios antidepressivos e contra a ansiedade.

A quantidade de água doce bebida também foi medida. Normalmente os roedores gostam de beber água, mas os que têm sintomas de depressão não bebem tanto porque, aparentemente, não têm o mesmo prazer nas atividades.

Ao examinar o hipocampo dos hamsters depois do experimento, os cientistas comprovaram que os que dormiram com luz tinham uma densidade menor de espinhos dendríticos, finos prolongamentos das células cerebrais que transmitem mensagens de uma célula a outra. "O hipocampo desempenha um papel importante na depressão e encontrar mudanças nessa região é significativo", afirmou Tracy.

No entanto, não foram encontradas diferenças entre os grupos quanto aos níveis de cortisol, hormônio do estresse que normalmente é associado às alterações no hipocampo. Segundo os cientistas, a explicação mais plausível para as mudanças registradas no cérebro dos hamsters é uma deficiência de melatonina, hormônio que deixa de ser excretado quando há luz.

O próximo passo dos cientistas é analisar o papel do hormônio neste processo. Os resultados coincidem com estudos anteriores nos quais Randy Nelson, professor de neurociência e psicologia da OSU, e seus colegas descobriram que uma luz intensa constante pela noite está ligada a sintomas depressivos e a um aumento de peso em ratos.

Anvisa avalia alimentos industrializados

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) apresentou na última quinta-feira, 18/11, um estudo que mostra a quantidade de sódio, gordura saturada, gordura trans e açúcares em mais de 20 categorias de alimentos industrializados.

Um assunto muito importante que todos devemos ficar de olho! Principalmente, porque foi constatado que há diferenças significativas entre as marcas. Ou seja, vale a pena gastar um tempinho a mais no supermercado observando as informações técnicas dos produtos.

Afinal, já que estamos lidando com algo que afetará a nossa saúde, é sempre bom lembrar que o barato pode sair caro. Além disso, consumindo os produtos com menores quantidades de substâncias prejudiciais, estaremos forçando as marcas mais exageradas a também produzirem alimentos mais saudáveis. Confira a matéria:

Os dados da Anvisa revelam que a quantidade desses nutrientes varia significativamente de acordo com a marca. No caso da batata palha, um produto contém 14 vezes mais sódio que o de outro fabricante. Nos salgadinhos de milho, essa diferença chega a 12,5.

O caso do macarrão instantâneo com tempero também chamou atenção pela grande quantidade de sódio encontrada. “Em algumas amostras, ficou constatado que, ao comer uma única porção desse alimento, a pessoa está ingerindo 167% do sódio recomendado para ser consumido durante todo dia”, explica a diretora da Anvisa, Maria Cecília Brito.

Quando analisados isoladamente, o macarrão instantâneo e os temperos, além da grande quantidade de sódio, apresentam uma oscilação expressiva desses teores de marca para marca. A variação chega a 7,5 nos macarrões e a 7,2 nos temperos.

De acordo com Maria Cecília, essa distinção nas várias marcas de alimentos comprova que a indústria pode produzir alimentos mais saudáveis. “Vamos encaminhar essa pesquisa ao Ministério da Saúde, para que seja pactuado entre o governo federal e as indústrias de alimentos uma redução das quantidades de gorduras, açúcar e sal nos alimentos processados”, afirma a diretora da Anvisa.

Bebidas - A pesquisa da Anvisa apontou, ainda, que os níveis de sódio dos refrigerantes de baixa caloria, tanto à base de cola quanto de guaraná, têm maiores valores de sódio em relação aos refrigerantes comuns. Nos de cola, a média de teor encontrada foi de 54 mg/l, enquanto nos de cola de baixa caloria essa média foi de 97 mg/l.

Nos refrigerantes de guaraná, os valores médios de sódio encontrados no produto convencional e no de baixa caloria foram de 81 mg/l e 147 mg/l, respectivamente. “Esses valores mais altos podem ser explicados pelo uso de aditivos, como o ciclamato de sódio, nos produtos de baixa caloria. Entretanto, é preciso considerar que existem limites estabelecidos e que a quantidade dessas substâncias não representa um risco para a saúde”, pondera Maria Cecília.

No caso dos sucos (bebidas com concentração de polpa de fruta entre 30 e 50%), a pesquisa indicou menor quantidade de açúcar nas amostras de manga (9,8g/100ml) e maior nas de uva (14,5 g/100 ml). Já para os néctares (bebidas com concentração de polpa entre 20% e 30%), os menores índices de açúcares totais foram encontrados nos sabores de laranja, maçã e pêssego, com uma média em torno de 11g/100ml. Já os néctares de uva são os campeões em teores de açúcares totais, com índices que chegam a 14g/100ml.

Gorduras - Para gorduras saturadas, chama atenção a grande quantidade de marcas de alimentos com teores superiores à média encontrada na respectiva categoria. No caso das batatas fritas, 17 das 28 marcas analisadas estavam com teores de gordura saturada acima da média.

Nas batatas palhas, 55% das marcas analisadas estavam com valores superiores à média desse nutriente para o produto. Já nos salgadinhos de milho, o maior valor encontrado de gordura saturada (2,6g/25g) foi dez vezes maior que o valor mínimo (0,25g/25g).

Nos biscoitos, o que apresentou os maiores teores de gorduras, tanto saturadas quanto trans, foram os de polvilho. “Com essas informações em mãos, que apontam tanto uma variação de nutrientes dentro de uma mesma categoria de alimentos quanto entre categorias diferentes, fica mais clara a necessidade de o consumidor observar com atenção as tabelas nutricionais nos rótulos dos alimentos e optar pelos mais saudáveis”, orienta a diretora da Anvisa.

Fortificação de farinhas - O estudo também avaliou o teor de ferro nas farinhas de trigo e de milho. O objetivo foi verificar se a fortificação obrigatória dessas farinhas com ferro e ácido fólico estava sendo cumprida. De acordo com a Resolução RDC 344/2002 da Anvisa, a cada 100g de farinhas de trigo e de milho, deve haver no mínimo 4,2 mg de ferro.

Os resultados apontaram que 87% das amostras de farinha, fubá e floco de milho apresentaram teor de fero inferior ao determinado. Já na farinha de trigo, 54% das amostras tiveram resultados insatisfatórios.

Dados - De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), 60% das 56,5 milhões de mortes notificadas no mundo em 2001 foram resultado de doenças crônicas não-transmissíveis. Além disso, o aumento da pressão arterial no mundo é o principal fator de risco de morte e o segundo de incapacidades por doenças cardíacas, acidente vascular cerebral (AVC) e insuficiência renal.

Já dados do IBGE indicam que, em 2009, uma em cada três crianças brasileiras na faixa de 5 a 9 anos estava com sobrepeso, enquanto a obesidade atingia 16,6% dos meninos e 11,8% das meninas. Durante o período de 1974 a 2009, a prevalência de sobrepeso em crianças e adolescentes entre 10 e 19 anos passou de 3,7% para 21,7% no sexo masculino e de 7,6% para 19,4% no feminino. Nesse mesmo período, o sobrepeso na população adulta masculina passou de 18,5% para 50,1%, enquanto na feminina foi de 28,7% para 48%.

Veja ainda:

Tabela com o total de sódio encontrado pela Anvisa
Total de gorduras saturadas
Total de açúcares
Valores de referência

*Com informações da Agência Brasil e do site da Anvisa

Sua cor de pele não deve ditar o seu futuro

O Dia da Consciência Negra foi celebrado neste sábado, dia 20 de novembro, no Brasil, com o objetivo de dedicar este dia à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695, e procura lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro (1594). Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, entre outros.

Na França, a Ligue Internationale Contre le Racisme et l’Antisémitisme – Liga Internacional contra o Racismo e o Anti-semitismo criou uma campanha que tem chamado a atenção. Sob o lema da frase “Your skin color shouldn’t dictate your future” que seria “Sua cor de pele não deve ditar o seu futuro”, as peças se utilizam de imagens provocantes, que mostram uma triste realidade. Confira: Garimpado em: Sem Censura - Design Sem Cortes

sábado, 20 de novembro de 2010

'Não vai faltar chocolate no Brasil'

Oie!

Sei que, num primeiro momento, este assunto não tem assim uma relevância lá muito grande. Mas confesso que cheguei a ficar em dúvida se meus filhos teriam a oportunidade de experimentar essa 'especiaria' daqui a alguns anos.

Isso porque, na semana passada, um estudo da Associação de Pesquisa do Cacau da Inglaterra previu um futuro sombrio para o setor: "em até 20 anos, o cacau se tornará escasso, e o chocolate, uma rara iguaria", dizia o estudo.

Como vocês sabem, meus filhos ainda vão demorar alguns anos para nascer. Então, me veio a mente, esta dúvida: será que eu terei dinheiro para comprar chocolate para a minha duplinha dinâmica? Por outro lado, também pensei que, sem chocolate, a vida deles poderá ser até mais saudável.

Bom... a boa notícia para todos os amantes dessa delícia é que um pesquisador brasileiro afastou esse futuro sombrio desenhado no estudo britânico e apostou que uma variedade de cacau barata e resistente a doenças pode dar ao Brasil a autossuficiência em dez anos.

Nossa! O Brasil pode ser autosuficiente na produção de chocolate daqui dez anos. Daqui a pouco devemos ouvir do líder máximo da Nação que "nunca, na história desse país, o povo brasileiro comeu tanto chocolate". Um verdadeiro projeto de inclusão 'chocolatal'! (rs)

Brincadeirinhas a parte, a verdade é que a produção de cacau no Brasil não anda muito bem (e eu nem sabia disso). Segundo o coordenador da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), órgão ligado ao Ministério da Agricultura, Mário Tavares, há 21 anos, o Brasil era o segundo maior produtor de cacau do mundo, mas um fungo chamado Moniliophtora perniciosa, causador de uma praga conhecida como vassoura-de-bruxa, atingiu de forma agressiva as árvores e fez com que a participação do Brasil no mercado mundial de cacau caísse de 14% para apenas 4%. De 400.000 toneladas, a produção brasileira caiu para 114.000 toneladas por ano e o país hoje precisa importar.

E, como era de se imaginar, apesar de a produção brasileira ter diminuído consideravelmente, o consumo de chocolate no mundo aumenta a uma taxa de 3% a 5% ao ano, segundo Henrique Almeida, presidente da Associação de Produtores de Cacau do Brasil. Ou seja, o cacau dobrou de preço nos últimos seis anos justamente pela crise que afetou grandes produtores, como o Brasil. “Há 10 anos a tonelada do cacau custava 700 dólares, e hoje ela pode chegar a 3.100 dólares”, diz Almeida.

Porém, o Ceplac tem realizado pesquisas com grandes empresas para desenvolver o cacau perfeito e os pesquisadores já conseguiram desenvolver plantas de cacau de alta produtividade e resistentes à vassoura-de-bruxa, sem precisar recorrer a alternativas transgênicas.

Por essas e outras, o Ceplac acredita que será possível devolver ao Brasil o status de segundo maior produtor de cacau do mundo até 2020. “Nossa expectativa é de que em 10 anos sejamos autossuficientes em cacau e até possamos exportar o que sobrar das 300.000 toneladas que produziremos por ano, utilizando as novas plantas”.

Sabendo de tudo isso, vou até valorizar mais quando comer um chocolate. Porém, quando nos rendermos a esta tentação, não nos esqueçamos que devemos apreciar com moderação ;)

Grande abraço!

sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Beleza à prova de demaquilante

A aparência física tem atormentado bilhões de mulheres pelo mundo a fora. Muitas enxergam nas artistas da televisão ou dos filmes de Hollywood uma beleza "ideal" e se entristessem por considerarem estar muito longe disso.

Porém, com este post quero trazer duas ótimas notícias! A primeira é que elas não são tão perfeitas como imaginamos (clique aqui e se surpreenda)! A segunda e MUITO mais importante é que a beleza vai muito além da aparência física e pode ser à prova de demaquilantes ;)

Depois que toda a produção e a maquiagem são retiradas e conforme os anos se passam fica mais evidente. Mas, antes mesmo disso acontecer, você precisa saber que a verdadeira beleza é o que encontramos no nosso interior, o que está no nosso coração.

Humildade é beleza. Segurança e auto-estima são belezas. E conhecer a Deus pessoalmente traz beleza, porque saber que ele nos ama e nos aceita, traz segurança e auto-estima. E nos deixará livres para nos aceitarmos e nos amarmos com as nossas fraquezas e falhas.

Sem o perdão de Cristo, nosso pecado nos torna feios por dentro. Não temos paz. E todas as soluções de "disfarce" que o mundo oferece não podem mudar nada. Deus pode ver esses pecados e outros também verão. Só Cristo pode nos fazer bonitos aos olhos de Deus. A verdadeira beleza interior começa com Deus no centro de nossas vidas e cresce para fora

Se você já conhece a Cristo e aceita o seu perdão, acredite: Não há ninguém mais belo do que você!

Para ler outras reflexões como esta, acesse o Blog Ellen Ramos InSite

5 anos em frente ao espelho

Você já parou para pensar quanto tempo uma mulher gasta se arrumando ao longo de sua vida? Segundo um canal de TV britânico, se essa mulher morar na Inglaterra, é possível que seja o equivalente à cinco anos de sua vida.

A informação foi baseada em uma enquete promovida por este canal, associado a uma empresa de cosméticos.

A QVC Beauty entrevistou mil mulheres britânicas sobre seus hábitos de beleza e concluiu que com a quantidade de batom usada por elas seria suficiente para traçar uma linha de Londres à Nova Iorque. Isso porque 40% delas nem mesmo cogita sair de casa sem se maquiar e 19% preferiria gastar menos em alimentação se isso significasse poder comprar mais cosméticos.

Nossa, quanto apego à vaidade dessas inglesas! (rs) Agora fica aqui o questionamento: será que temos esse mesmo comportamento aqui no Brasil, onde com o calor que faz em algumas cidades fica até complicado fazer o make durar?

Deixe sua opinião nos comentários ;) E, a propósito, tente definir quanto tempo você fica na frente do espelho.

Eu confesso que passo mais tempo na frente do espelho tentando colocar e tirar minhas lentes de contato do que me maquiando. (rs) O batom nunca me escapa na hora de sair. A base, às vezes (isso só por causa do filtro solar que ela tem). Sombra e rímel só nos finais de semana e olhe lá?! :S

Meu maior problema é que trabalho mais em casa. Resolvo quase tudo pelo telefone e através da internet. Então, não dá muito ânimo pra ficar me maquiando. A parte boa é que me sobra mais tempo para dormir =) Q beleza!

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Overdose de cafeína mata jovem

Sempre li e assisti matérias sobre a cafeína com uma curiosidade a mais sobre seus efeitos no organismo. Isso porque uma das pioneiras da igreja da qual faço parte, Ellen White (Adventista do Sétimo Dia), já alertava sobre os perigos desta substância no início do século XX, quando a ciência ainda engatinhava nesses assuntos.

Sei que a cafeína tem propriedades que podem ajudar o nosso organismo. Tanto que existem diversos medicamentos que se utilizam dela. Porém, o que Ellen White alertava há 105 anos era que a aparente força e energia proporcionadas pela cafeína, nada mais eram do que excitação nervosa e que, passado o efeito, a fraqueza e o abatimento seriam ainda piores do que antes da ingestão da cafeína.

Ela não possuía nenhum conhecimento científico sobre estas questões, porém acreditamos que ela era inspirada por Deus para alertar o mundo sobre diversos assuntos, inclusive alguns relacionados à saúde.

Há cerca de duas semanas, a necrópsia de um jovem britânico, morto em abril, revelou que o motivo de sua morte foi overdose de cafeína. O rapaz de apenas 23 anos de idade morreu após consumir pó de cafeína 'às colheradas' durante uma festa.

Michael Lee Bedford comprou o tal pó que o levaria a morte pela internet e, segundo a autópsia, quando morreu, tinha em seu organismo o equivalente a 70 latas de energético.

A reportagem do G1 lembra que pode-se consumir o estimulante tomando café, bebidas energéticas, refrigerantes ou mesmo comendo chocolate. Porém, segundo Eric Braverman, médico ouvido sobre o caso, uma dose letal de cafeína equivaleria a 10 mil miligramas, ou 100 xícaras de café – desde que consumidas em um curto período.

Em setembro, segundo o site da revista “Time”, um americano do estado do Kentucky acusado de assassinar a esposa alegou como defesa o fato de estar “intoxicado por cafeína”, que havia consumido excessivamente bebidas energéticas e pílulas para emagrecer. O exagero o teria deixado “mentalmente instável”, levando-o a confessar um crime que não havia cometido.

Sinceramente, nunca tinha ouvido falar de alguém que estivesse intoxicado por cafeína e, muito menos, morrido por overdose de cafeína. Fiquei bem impressionada com essa matéria. Principalmente, porque até hoje só tinha visto o termo overdose relacionado com o uso exagerado de drogas e, muitas vezes, não temos o hábito de considerarmos a cafeína como tal.

É fato que mesmo substâncias benéficas, em exagero, podem fazer mal. Porém, é importante prestarmos mais atenção naquelas que por si só já trazem algum prejuízo.

Segundo o Portal MedQuímica, a cafeína é a droga mais consumida no mundo e também causa dependência física e psicológica, uma vez que para estimular o cérebro utiliza os mesmos mecanismos das anfetaminas, cocaína e heroína. "Os efeitos da cafeína são mais leves, porém manipula os mesmos canais do cérebro, uma das razões que pode levar as pessoas ao vício", afirma o portal.

Cães nas lentes de Tim Flach

Gente... achei demais esse cachorrinho com o visual super Bob Marley albino! E esse outro que, além de usar shampoo com efeito liso extremo, com certeza deve abusar do anti-frizz... muito legal, né?! As outras duas fotos passam uma emoção tremenda e, com certeza, você vai se surpreender ainda mais com os outros cliques do fotógrafo britânico Tim Flach.

Ele vê animais de uma maneira completamente diferente! Com um livro recém lançado no Brasil chamado "Dogs Gods", Tim entra fundo na psique canina para apresentar seu estudo sobre o melhor amigo do homem. Suas fotos, são principalmente de cães com cortes de cabelo super inusitados, além de revelar suas expressões faciais e demonstração de sentimentos.

Clique aqui para ver mais fotos ;)

Pele lisa e sem rugas aos 61 anos

Uma matéria publicada hoje no G1 me chamou a atenção.

O que, a primeira vista, pode parecer um sonho de consumo para a maioria das mulheres, para a britânica Susan Johnson é um verdadeiro pesadelo.

Embora exiba uma pele lisa e sem rugas aos 61 anos por causa de um distúrbio responsável pela produção de colágeno em excesso, Susan sofre com efeitos colaterais que provocam fortes dores e o inchaço das juntas.

Moradora de Colchester (leste da Inglaterra), Susan Johnson - cujo caso foi revelado pelo jornal "Daily Gazette" - sofre de uma rara doença chamada esclerodermia.

O distúrbio, que provoca um endurecimento anormal da pele, com perda de flexibilidade e mobilidade, ocorre quando o corpo produz colágeno (a proteína que nos faz parecer jovens) além da conta.

Muitas mulheres gastam milhares de reais em injeções de colágeno para melhorar o aspecto de sua pele e de seus lábios. A proteína também está presente em boa parte dos cremes antienvelhecimento.

Mas, embora o distúrbio deixe Johnson com pele firme no rosto, mãos, pescoço e pés, ele também causa fortes dores e o inchaço de suas juntas.

'Não tenho nenhuma pele solta nos meus braços, então carregar sacolas ou fazer compras é muito doloroso, e não tenho forças neles para me levantar da banheira', disse ela ao "Daily Gazette".

'Mesmo descascar uma batata pode ser difícil, já que os meus dedos são dobrados.'

Clima úmido ou frio
Segundo Johnson, suas dores se intensificam ainda mais quando o clima está úmido ou frio. Ela conta que descobriu a doença no último inverno, quando a temperatura caiu e seus dedos começaram a formigar, além de ficarem azulados e avermelhados.

Inicialmente, os médicos acharam que Johnson sofria do fenômeno de Raynaud, distúrbio que impede que o sangue alcance os dedos das mãos e dos pés com a mudança de temperatura.

Mas, após passar por exames num hospital em Londres, ela foi diagnosticada com esclerodermia.
Os sintomas do distúrbio que acomete Johnson são semelhantes ao do reumatismo, mas a esclerodermia pode também afetar órgãos internos.

No caso da britânica, porém, só a pele foi afetada.

'Tenho 61 e digo ao meu marido, Keith, que parece que ele está casado com uma mulher de 30 anos', diz ela.

Tratamento
Para tratar a doença, que afeta três vezes mais mulheres do que homens, Johnson recorre diariamente a esteroides, remédios para circulação sanguínea e imunossupressores.

Não há causas conhecidas para a esclerodermia, mas sabe-se que ela não é contagiosa nem hereditária e que costuma se manifestar entre os 25 e os 55 anos.

Por enquanto, ela não tem cura, apenas um tratamento que alivia os seus sintomas.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Feriado para refletir

Já no final do século XIX, mais precisamente em janeiro de 1890 (dois meses depois da Proclamação da República), o governo provisório do Marechal Deodoro da Fonseca lançou um concurso visando a oficialização de um novo hino para o Brasil com a função de representar a transformação política acontecida em 15 de novembro de 1889.

Com isso, o Teatro Lírico do Rio de Janeiro foi palco da disputa que acabou vencida por José Joaquim de Campos da Costa de Medeiros e Albuquerque (1867-1934) (letra) e Leopoldo Miguez (1850-1902) (música).

Porém, mesmo ganhando a disputa, o hino formado por esses renomados artistas acabou não sendo utilizado como o novo hino do país e, em um decreto de janeiro de 1890, o governo brasileiro estipulou que a criação fosse empregada como sendo o Hino da Proclamação da República.

Embora pouco utilizado em solenidades oficiais no país, tive a alegria de reconhecer seu refrão no meio de uma música Cristocêntrica, interpretada pela cantora adventista Laura Morena.

“Liberdade! Liberdade!
Abre as asas sobre nós
Das lutas na tempestade
Dá que ouçamos tua voz!”

Criada pelo irmão de Laura, Tuio Costa, a letra da música “Liberdade” incorpora o refrão do hino pátrio, dando um novo significado aos seus versos.

A composição inédita, primeiro, conta a história de um homem - que representa toda a humanidade (eu e você) que vive encarcerada neste mundo de pecado - que, reconhecendo sua responsabilidade – seus erros, arrependida, clama por liberdade.

A liberdade que é valorizada universalmente. Prova disso são as inúmeras pessoas que sacrificaram suas vidas em nosso país e no mundo, esforçando-se para assegurarem sua própria liberdade política e a de outros também.

Porém, muito mais valiosa do que a liberdade pessoal e política, é aquela que Jesus nos fala em João 8:32 - “Conhecereis a verdade e a verdades vos libertará!”. E qual é esta verdade que pode nos libertar? O próprio Jesus responde afirmando que esta verdade é a Palavra de Deus revelada – a Bíblia, que nos mostra que nossos pecados nos levam a conseqüências de vínculos espirituais e mortais - eterna separação de Deus.

Tendo como pano de fundo toda esta questão espiritual, do Grande Conflito que vivemos entre o Bem e o Mal, aparece a segunda parte da música que fala sobre o “homem” e o momento que garantiu a liberdade eterna a todos os seres humanos: a morte de Jesus Cristo na cruz, que se ofereceu para nos libertar das conseqüências da nossa própria rebelião contra Deus.

Contudo, Deus não nos força a sermos libertos e muitas pessoas são enganadas por Satanás e seus falsos mestres para que não possam discernir a liberdade do encarceramento (2 Pedro 2:17-22). Infelizmente, muitas pessoas rejeitam a liberdade que Deus oferece e permanecem presas em seus próprios pecados. Uma triste e trágica realidade!

Por isso, mais do que nunca, é necessário que nós clamemos por liberdade. Estendida sobre nós como asas, em todos os momentos, especialmente nas lutas e na tempestade. E, se por algum motivo, estivermos com dificuldade para discernir entre a liberdade e a escravidão do pecado, que possamos ouvir a sua voz.

Aproveite o feriado em homenagem à Proclamação da República para refletir muito além do sistema de governo vigente em nosso país. Pense na Verdade que liberta! Naquele que é Verdade, Caminho e Vida: Cristo Jesus, Nosso Senhor e Salvador! (João 14:6)

Para ler outras reflexões como esta, acesse o Blog Ellen Ramos InSite

sábado, 13 de novembro de 2010

Sorriso: o remédio de Deus pra nós =D

Tuiteira de primeira viagem, aprendi hoje como ver os Trends só do Brasil =) E foi aí que pude me certificar que uma das expressões mais tuitadas desta sexta-feira (12/10/10) foi "Brastemp" - mais até do que "Banco Panamericano" em alguns momentos. Incrível, né?!

Meu maridão lindo já tinha me adiantado de que se tratava de um vídeo, provavelmente emocionante, que estava dando o que falar. Eram só elogios! Milhões de tuiteiros só falavam nisso! O que seria?

Tive que assistir pra conferir. Numa ação realizada em São Paulo, a Brastemp teria registrado uma ação dela mesma realizada através de 11 estacões de rádio daquela cidade. As rádios trasmitiram simultaneamente o spot Sorriso, que convidava os motoristas a sorrir para o motorista ao lado e, depois de alguns segundos, o locutor concluia: "Pronto! Agora é só estender esse momento para sua vida. Inspiração muda tudo e a vida fica assim uma Brastemp!"

Uma baita propaganda! É fato que, na verdade, eu nem sei se aconteceu mesmo a tal ação e as imagens pareciam contar com a participação de atores contratados, claro!

Mas ainda assim, o sorriso do vídeo foi contagiante e, posteriormente, chegou a arrancar lágrimas dos internautas que não se aguentaram e resolveram compartilhar esta ação de marketing a tal ponto que colocou a Brastemp na lista dos Top Trends do Twitter.

Uma jogada de mestre dos marketeiros da Brastemp e um motivo de reflexão pra todos nós.

Há séculos, a Palavra de Deus afirma que o coração alegre aformoseia o rosto, enquanto pela dor do coração o espírito se abate (Prov. 15:13). Dois capítulos depois, inspirado por Deus, Salomão afirma que o coração alegre é um bom remédio (Prov. 17:22). E como é! Basta ver alguém sorrindo que, por mais que você não tenha motivos pra sorrir, os músculos da face se movimentam. Você pode até sorrir meio sem vontade, mas parece que esta simples ação já traz alívio para o coração.

Fiquei pensando: como pode tanta gente se comover tanto com uma mensagem tão simples? Cheguei a uma conclusão também simples. Afinal, são das coisas simples da vida que as pessoas sentem mais falta. Embora, a cada dia que passa, esteja mais fácil realizar nossos caros "sonhos de consumo", o projeto de felicidade de Deus para nós é muito simples, resumido em uma vida de comunhão com Ele, onde estamos neste mundo para servir e espalhar o amor dEle entre as pessoas.

Ao invés disso porém, nos preocupamos muito mais com as grandes revoluções tecnológicas que, a cada momento, aumentam nossas necessidades de consumo e que nunca nos deixam sentir por satisfeitos, do que em dedicar tempo para estar com Ele ou servir aos nossos semelhantes.

No final das contas, perdemos tanto tempo correndo em busca de realizar nossos sonhos materiais que, muitas vezes, não paramos pra pensar no que realmente importa.

Hoje, ficou evidente que um sorriso pode mudar o dia, reacender a esperança, renovar a confiança... e é de graça. E nós, as vezes, insistimos em acumular dinheiro só para comprar o último lançamento da Apple. Como se isso fosse nos trazer felicidade genuína e permanente.

Não! Um sorriso pode fazer muito mais por todos nós!

Penso que, quando sorrimos, nossa natureza pecaminosa, de alguma maneira, se assemelha mais a natureza de nossos pais Adão e Eva criados a imagem e semelhança de Deus. Ao mesmo tempo, quando sorrimos, parece reacender a chama da esperança - esperança de um mundo melhor, onde não haverá mais morte, nem dor, nem choro, porque as primeiras coisas já passaram.

Mesmo aquelas pessoas que ainda não conhecem a Deus devem sentir que o sorriso remete a algum tipo de esperança. E essa esperança só faz sentido se tivermos a Jesus do nosso lado. Só estando junto a Ele podemos sorrir quando temos vontade de chorar.

Deus não nos criou para sermos tristes, carrancudos e preocupados. Ele nos criou para a Glória! Para um mundo perfeito! Cheio de felicidade =D

E, enquanto não chegamos nessa Nova Terra, você e eu temos a missão de compartilhar um dos remédios de Deus para a humanidade: um sorriso no rosto e um coração cheio de esperança! Como afirmou a ação de marketing: "Inspiração muda tudo." Inspire-se na Bendita Esperança da Salvação que só Jesus pode dar e mude! Mude pra melhor!

Feliz sábado para todos =D

Para ler outras reflexões como esta, acesse o Blog Ellen Ramos InSite

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Como reduzir o uso das sacolas plásticas

Estatísticas revelam que cerca de um milhão e meio de sacolas são distribuídas por hora em todo o Brasil. É supermercado, farmácia, vídeolocadora, camêlo, padaria... Enfim, é muita sacola!

Há alguns meses, na Rede Walmart aqui de Floripa, os caras deixaram um carrinho de supermercado lotado de sacolinhas plásticas e colocaram um cartaz dizendo que aquelas eram o total de sacolinhas que uma família média (4 pessoas) utiliza por ano. Fiquei chocada!

Decidi comprar uma sacola retornável na hora. E, como aquela não foi sufiente, comprei outras duas e ainda ganhei uma quarta sacola.

Bom... na Rede Walmart é bem fácil ser ecologicamente correto. Afinal, eles disponibilizam diversas caixas (de diferentes tamanhos) pra gente trazer as compras e ainda dão desconto se o cliente não utilizar nenhuma sacolinha. É micharia, mas é um desconto!

Geralmente, lembro de levar minhas sacolas retornáveis no carro. Porém, uma coisa sempre me intrigava. Depois que parei ou, pelos menos, reduzi o uso de sacolas de supermercado, passei a comprar rolos de saco de lixo para o lixo geral, o lixo reciclável, o lixo do banheiro e o lixeirinho da pia.

Agora, vem a pergunta: mas não é tudo saco plástico igual ao plástico das sacolinhas de supermercado? Tirando a questão estética, não vejo nenhuma vantagem. Além de ter que gastar, continuo prejudicando o meio ambiente da mesma maneira.

Porém, o que fazer com o lixo? Em algum momento, vou ter que utilizar um saco plástico. Não vai ter jeito.

Bom... o Jornal Hoje apresentou uma matéria bem interessante sobre esse assunto nessa sexta-feira (12/11/201) e deu uma sugestão que eu vou tentar colocar em prática aqui em casa: saquinho de jornal para os lixos secos (banheiro e escritório) e, quem sabe, até para o lixeirinho da cozinha.

A dobradura é bem simples e não leva nem 20 segundos pra fazer. A ideia é evitar aquela "cadeia" de sacolinhas dentro de sacolinhas e utilizar apenas um único saco na semana em uma lixeira grande (de preferência de plástico reciclado). Aliás, não sei se aqui em casa tem espaço para uma lixeira tão grande, mas vamos tentar.

Ah! Importante: Enquanto o plástico leva 400 anos para se decompor, o jornal leva seis meses.

Abaixo você pode assistir a matéria do Jornal Hoje (enquanto eles manterem no servidor) e neste link você confere o passo-a-passo da dobradura do saco de jornal indicada pelo Instituto Akatu.

Grande abraço e não se esqueça: pequenas atitudes diárias podem contribuir para a saúde ambiental do nosso planeta.



Pipoca em Alta Definição

Olá queridos!

Peço desculpas por ter estado meio ausente nos últimos dias. Acabei tendo que enfrentar um volume de trabalho fora do comum nestas últimas semanas e precisei "sacrificar" um pouco da minha paixão que é este blog.

Bom... muita coisa de interesse da Bolsa da Ellen aconteceu nesse período. Mas decidi reiniciar as atividades com algumas imagens que achei muito interessantes. Elas retratam o exato momento em que uma semente de milho salta de seu "anonimato vegetal" (como disse o Tas) para virar a saborosa pipoca.

A imagem foi fotografada a 6200 quadros por segundo. Depois colocada em câmera lenta a 25 quadros por segundo. Incrível! Eu achei demais!

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Top 5 da Tecnologia

Acabei de ler no Blog do Tas: a revista Time lançou, em seu site, uma enquete perguntando quais as novidades tecnológicas preferidas dos leitores desde o início da publicação da revista (que foi em 1923).

Com certeza, uma decisão bem difícil para quem nasceu no século das maiores revoluções tecnológicas. Bem, se bem que isso é muito relativo. Pra quem viveu no século XIX, provavelmente, a maior revolução tenha sido a criação da lâmpada. Mas, para nós, ela não chama nenhuma atenção.

Provavelmente, nossos filhos e netos vão rir das nossas listas Top 5 de hoje. Mas a vida é assim. Meu irmãozinho Alê, já sabia o que fazer com uma entrada USB aos dois anos de idade e hoje, aos cinco, não quer saber de escrever a mão, só gosta de digitar. Cena inacreditável há alguns poucos anos.

A seguir, vocês leem o meu Top 5 em ordem decrescente de importância. Se bem que ainda não tenho certeza se deveria ser esta ordem mesmo. Mas vamos lá ;) Ah! Aproveitem e registrem seu Top 5 nos comentários. Super beijo.

5. Não é bem tecnologia, mas como a tecnologia acaba possibilitando novas soluções para a ciência, aí vai a minha quinta colocada: Pílulas anti-concepcionais: Não sei a maioria, mas eu sou péssima de cálculos. Imagina ter que utilizar a tal da tabelinha para fazer o chamado planejamento familiar?! Não ia dar certo. Pra melhorar ainda mais, as pílulas são bem pequeninhas, fáceis de engolir. Não precisa nem de água pra empurrar. Então, não tem problema se a gente só lembrar de tomar quando já está no meio do sono. É só abrir a gaveta do criado mudo, abrir a boca e pronto!

4. Em quarto lugar - Google e Wikipédia: Na minha infância, uma das coisas que faziam distinção quanto a classe social era se a família tinha poder aquisivo para obter uma coleção completa da Barsa ou não. Minha família nunca teve. Hoje a informação está disponível para todos (que tenham internet - com certeza, um número bem maior do que os proprietários de coleção da Barsa).

3. Em terceiro lugar - Satélites: além de nos vigiarem (o que para aqueles que vivem na teoria da conspiração pode não ser tão bom assim), são eles que nos possibilitam estar todos conectados (sem a necessidade de fios) e nos proporcionam maravilhas como GPS, TV por assinatura, internet e telefonia móveis.

2. Em segundo lugar - Transações financeiras pela internet: ADORO poder comprar e vender, pagar contas, fazer transferências, pedir empréstimos sem sair de casa e sem ter que falar com ninguém. Somos só eu e a web. O cúmulo da facilidade proporcionada pela tecnologia ao meu ver.

1. Em primeiro lugar - Máquinas fotográficas digitais: a democracia do registro das imagens. Todo mundo pode tirar fotos hoje em dia, registrar um grande momento, comprovar uma denúncia. Não tem mais aquela de não poder tirar foto nas formaturas dos parentes ou ainda esperar até que as provas do álbum de casamento fiquem prontas. No meio da noite de núpicias (será?!), as noivas curiosas já podem conferir o orkut das amigas. Ninguém precisa ser profissional, é só mirar e apertar o botão.

terça-feira, 2 de novembro de 2010

Veja alerta sobre os perigos do sal

Se tem uma coisa que me faz falta na comida é o tal do sal. Não sei se por costume ou até por ter a pressão baixa, vivo exagerando no sal. Aliás, tem dias que sinto vontade de comer sal. Não como de colherada, claro! Mas, de pouco em pouco, vou 'lambiscando' e quando paro pra prestar atenção, já comi bastante :S

Não é de hoje que se fala nos perigos do sal, mas é sempre bom refrescar a mente e provocar, quem sabe, uma mudança de hábitos. Principalmente porque esta mudança deve interferir diretamente na nossa qualidade de vida.

Além daqueles probleminhas que toda a mulher detesta resultante da retenção de líquidos provocada também por causa do sal, o consumo de sal exagerado pode levar a problemas cardíacos graves.

Então, além de tentar conscientizar a mim mesma, resolvi compartilhar o artigo publicado pelo site da Revista Veja neste dia 02 de novembro. A matéria chama a atenção para o excesso de sal nas comidas prontas e congeladas e, no final, mostra como o sal agride o nosso organismo, podendo causar o infarte, o derrame cerebral e até a paralização dos rins.

Reduzir o consumo de sal pode evitar problemas cardíacos
Se ingestão diária ficar em 6g, o número de mortes pode ser reduzido em 20%

Diminuir a quantidade de sal consumida diariamente pode reduzir em até 20% os casos de doenças cardíacas. Segundo um estudo feito por pesquisadores britânicos e publicado no periódico Heart, a criação de uma lei que obrigasse as empresas alimentícias a reduzir a porcentagem de sal em produtos congelados, cereais, salgadinhos e em sanduíches, seria 20 vezes mais eficaz do que sugestões nutricionais.

Um dos maiores problemas alimentares apontados é comum na maioria dos países ocidentais. Produtos como pizzas e lanches, têm, em uma única porção, muito mais sal do que os 6g recomendados para o consumo diário. Na Austrália, onde cientistas vêm forçando empresas a diminuir a quantia de sal nos alimentos, o número de mortes por doenças cardíacas caiu 18%. Entre as restrições impostas, está a proibição de quantias superiores a 3g em comidas congeladas e maiores de 0,3g em salgadinhos e sanduíches.

“As empresas alimentícias precisam gerar dinheiro para seus acionistas, mas elas têm também responsabilidades para com a sociedade. Se essa responsabilidade é falha, então há justificativas éticas para que o governo interfira”, diz Linda Cobiac, pesquisadora da University of Queensland e coordenadora do estudo.

Fisiologia - O sal, quando consumido em excesso, pode causar o aumento da pressão arterial, que pode prejudicar os vasos, o coração, os rins e até mesmo o cérebro. Cobertos internamente por uma camada fina, os vasos podem se machucar quando o sangue circula com pressão elevada. Assim, eles endurecem e ficam mais estreitos, o que pode resultar em um futuro entupimento ou rompimento. Se esse vaso prejudicado está localizado no coração, por exemplo, a probabilidade de ocorrer um infarto aumenta. Caso ele esteja no cérebro, o paciente pode sofrer um derrame cerebral. Nos rins, podem ocorrer alterações na filtração e até mesmo a paralisação dos órgãos.

sábado, 30 de outubro de 2010

Recados liberados

Oi gente!

Não sei porque meu blog desconfigurou a parte dos comentários e não estava permitindo comentários anônimos ou de usuários não registrados, nos últimos dias.

Mas, graças a sabedoria do meu maridão querido, agora está tudo certo de novo ;)

Um grande abraço e o desejo de uma semana bem feliz =)

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

SUPERMANUAL: Como bombar seu Twitter

Oi queridos!

Esta semana está bem complicada. Uma correria tremenda :S Mas, consegui dar uma escapadinha e compartilhar com vocês algumas dicas que saíram na Revista Super Interessante, deste mês de outubro, que achei bem interessantes: Como bombar seu Twitter!

Pra quem quiser conferir o infográfico completo, é só clicar aqui. Ou, você pode ler abaixo um resumo das principais dicas.

Ah! E por falar em Twitter, adicionem o meu perfil ;) @ellencbr
Grande abraço!

Começando
Para angariar seguidores, dê ao povo o que ele quer: informação relevante, fútil, até inútil, mas informação.

Poste com moderação
Isso inclui maneirar na “cobertura” de eventos ao vivo.

Fim de papo
Diz o fundador do microblog: “Tuitar é falar em público, não bate-papo”. Conversas particulares deixam seus seguidores perdidos.

Do seu jeito
Encontre um tema (ou temas) e um estilo, algo que o defina e diferencie.

Faça perguntas
Um modo inteligente para que os seguidores retuitem seria fazer perguntas relacionadas à informação que você apresenta ou indica. Por exemplo: alguma dica de livro?

SAC
Desabafos contra serviços suscitam solidariedade (ou seja, seguidores). Com sorte, até solução para o seu problema.

Saia na frente
Uma ronda matinal permite tuitar novidades primeiro.

Elevador
Twitter não é elevador para você ficar dando “bom dia” e “boa noite”.

Siga centenas
Seguir até 250 é considerado normal.

Conferindo a audiência
Passe seus links em encurtadores como migre.me, onde se checa a audiência deles. Assim você saberá o que agrada e o que afasta.

segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Enxaqueca: como evitá-la?

Durante muito tempo, sofria diariamente com terríveis dores de cabeça. Felizmente, elas têm ocorrido com uma frequencia bem menor e, geralmente, relacionada com fatores específicos como ficar muito tempo sem comer.

Mas, tenho muitos amigos que ainda sofrem constantemente com esse mal e, por isso, achei interessante compartilhar esta matéria com vocês, que fala sobre seis hábitos que a gente deve evitar para não piorar a dor.

Graças a Deus, já me livro de cara de dois hábitos que, aliás, nunca nem experimentei: álcool e tabagismo. Mas os outros quatro merecem uma atenção redobrada, especialmente, o primeiro. Fiquei perplexa ao ler que o uso indiscriminado de analgésicos pode causar uma dependência tamanha ao ponto do organismo provocar a dor só para ter sua necessidade saciada. Impressionante!

Enxaqueca: Seis hábitos que você deve evitar para não piorar a dor
As causas são genéticas, mas os sintomas podem ser desencadeados pelo estilo de vida

A dor de cabeça parece que já faz parte do nosso dia a dia. São tantas as atividades, os problemas, o estresse e as cobranças que é inevitável sentir, ao final do dia, aquelas pontadas latejantes lá no fundo. Pior é quando essas dores passam a ser constantes e intensas. Aí vem aquela sensação de que a cabeça vai explodir, os olhos ficam sensíveis à luz e a qualidade de vida cai muito. O nome disso? Enxaqueca.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBC), existem mais de 150 tipos de dor de cabeça. Dentre elas, a enxaqueca é, talvez, a que mais afeta a qualidade de vida dos pacientes. "A enxaqueca é muito mais que uma dor. Dá a sensação de que a cabeça está enorme, pulsando, martelando ou que o cérebro está sendo pressionado num ritmo enlouquecedor. Tudo passa a incomodar: a luz é uma tortura, os odores são um sacrifício, os sons transformam-se em ruídos ensurdecedores, o estômago revira e os vômitos são a consequência natural. Esse martírio pode durar dias, num vai e vem de intensidade maior e menor que impede a realização da maior parte das atividades do dia", explica a endocrinologista Ellen Simone Paiva, da Unifesp.

Segundo a SBC, cerca de 30 milhões de brasileiros sofrem com esse problema e, dentre esses, 75% são mulheres. "Muitas podem ser as causas da enxaqueca, desde problemas tensionais, normalmente associados ao estresse, até resultantes de tumores, aneurismas, medicamentos fortes e até ressaca", ensina a especialista. Uma pesquisa recente publicada na Nature Medicine descobriu que o DNA pode fazer umas pessoas serem mais propícias a ter enxaqueca do que outras. Tudo por conta da presença de um gene conhecido como Tresk, que faz com que fatores do ambiente ativem áreas do cérebro que controlam a dor, inativando-as. Os especialistas agora estão focados na formulação de um medicamento que ative essa área do cérebro.

Quem sofre com a dor insuportável sabe o quanto é difícil ficar simplesmente esperando que ela passe. Mas, para além dos vários tratamentos para o problema, existem alguns hábitos que quem quer se livrar de vez da enxaqueca, deve abandonar. Confira a lista abaixo:

1. Abuso de analgésicos
Quem abusa de analgésicos para se livrar da dor, ou seja, toma mais de um comprimido por semana corre o risco de alimentar a própria dor. "O analgésico bloqueia todos os mecanismos de defesa natural para combate da dor de cabeça. O uso prolongado e indiscriminado desse tipo de medicamento faz com que o corpo fique dependente do medicamento", explica a neurologista Claudia Klein, especialista do Minha Vida.

Em outras palavras, o organismo fica viciado a tal ponto que passa a "produzir" a dor para que o analgésico precise agir. Além disso, o analgésico também impede a produção de serotonina, hormônio neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e relaxamento, agravando a dor depois de certo tempo. "Muitas pessoas costumam tomar o analgésico ao menor sinal de dor e, assim, esquecem de tratar o problema. É preciso buscar tratamentos reais com medicação indicada o médico especialista", aconselha Claudia Klein.

2. Má alimentação
De acordo com a neurologista, alguns alimentos devem ser evitados por quem sofre de enxaqueca, como, por exemplo, o aspartame, condimentados, leite e derivados, alimentos cítricos, chocolate e café. "Esses alimentos contêm substâncias que interagem com a bioquímica cerebral do organismo, alterando a ação de determinadas enzimas e diminuindo a quantidade de serotonina, hormônio ligado à enxaqueca", explica Claudia Klein. Além disso, a especialista afirma que pior do que o consumo desses alimentos, é ficar em jejum por tempo prolongado - mais de 4 horas sem comer - ou ter uma alimentação baseada em frituras e doces, por isso, ter um cardápio equilibrado e controlado é uma ótima medida preventiva.

3. Tabagismo
Que fumar é uma bomba para o organismo, todo mundo já sabe. A novidade é que, além de todos os males, a nicotina ainda é associada à alteração da circulação sanguínea e enrijecimento dos vasos sanguíneos, o que, segunda a neurologista Claudia Klein, também pode acabar provocando a enxaqueca.

Além disso, um recente estudo norueguês publicado pela revista médica Neurology avaliou 6 mil estudantes e descobriu que o tabagismo, associado ao sobrepeso e ao sedentarismo, triplica as chances de jovens desenvolverem enxaqueca. Os autores disseram não ter ficado claro se esses fatores do estilo de vida provocam a cefaleia ou se eles agem mais como desencadeadores em jovens já vulneráveis. Pelo sim, pelo não, é melhor prevenir e ficar longe do cigarro.

4. Ser sedentário
Um dos grandes males da população, os hábitos sedentários afetam em muitos aspectos a qualidade de vida. Além de contribuir para o surgimento de obesidade, hipertensão, diabetes e problemas cardíacos, o sedentarismo é uma porta aberta para a enxaqueca.

Uma pesquisa conduzida na Suécia demonstrou que pessoas que se envolvem em um programa de atividades aeróbicas apresentam queda significativa na frequência e intensidade das dores de cabeça crônicas e enxaqueca. O programa de treinamento aplicado na pesquisa consistia em treino de 40 minutos de bicicleta ergométrica praticada três vezes por semana.

"A pessoa que sofre de enxaqueca já tem uma produção baixa de serotonina, e os exercícios físicos estimulam a produção desse hormônio. Se a pessoa não fizer nenhum tipo de atividade que compense essa baixa, vai ser difícil reverter o quadro", explica a neurologista Claudia Klein.

5. Consumir álcool
Como a enxaqueca é um problema de origem vascular, cuja dor é provocada pela contração e dilatação dos vasos sanguíneos, o consumo de bebidas alcoólicas pode ser uma opção ruim para quem lida com o problema. A especialista Claudia Klein explica: "As bebidas alcoólicas quando ingeridas em excesso provocam dilatação dos vasos do corpo e do cérebro, o que acaba acentuando o incômodo da enxaqueca."

Tudo o que gera estresse e desequilíbrio para o organismo pode agravar a enxaqueca de quem já tem predisposição. Trabalho em excesso, ficar sem comer por muito tempo, nervosismo, insônia ou dormir pouco, chateação e outros problemas emocionais podem ser uma porta aberta para a dor incômoda. Quem sofre com os dramas do estresse, deve procurar tratamento. Buscar métodos, como massagem e acupuntura, e dar mais valor ao momentos de lazer e relaxamento são atitudes importantes. "A acupuntura é bem eficiente, pois provoca microestímulos que ajudam o corpo a recuperar o equilíbrio de forma natural", garante a neurologista Claudia Klein.

6. Se render ao estresse
Tudo o que gera estresse e desequilíbrio para o organismo pode agravar a enxaqueca de quem já tem predisposição. Trabalho em excesso, ficar sem comer por muito tempo, nervosismo, insônia ou dormir pouco, chateação e outros problemas emocionais podem ser uma porta aberta para a dor incômoda. Quem sofre com os dramas do estresse, deve procurar tratamento. Buscar métodos, como massagem e acupuntura, e dar mais valor ao momentos de lazer e relaxamento são atitudes importantes. "A acupuntura é bem eficiente, pois provoca microestímulos que ajudam o corpo a recuperar o equilíbrio de forma natural", garante a neurologista Claudia Klein.

Por Andressa Basilio